Nacional

As palavras de Conceição para adepto que caiu da bancada no clássico

Sérgio Conceição em conferência de imprensa

Sérgio Conceição foi questionado sobre o gesto de Toni Martínez no SportingFC Porto, aquando da queda de um adepto leonino da bancada de Alvalade.

Veja também: Del Piero defende Ronaldo: “A Juventus não cresceu com a superestrela”

O técnico portista enalteceu a postura do avançado espanhol.

Eu conheço o grupo que tenho e acho que para lá do futebol, existe a vida pessoal. Além da qualidade que têm como profissionais, são jogadores com uma qualidade humana acima da média. Vi uma preocupação com um adepto rival, mas em momentos como estes não existem rivalidades, existe sim a vida de uma pessoa. Isso é o mais importante. Foi uma situação difícil em que alguém se aproveitava para se valorizar como um profissional ou algo do género de uma forma errada”, afirmou.

Veja também: “Aquilo que Ronaldo faz, outros jogadores conseguem fazer” (VÍDEO)

Sobre o Atlético de Madrid, Conceição procurou explicar as dinâmicas dos colchoneros.

O Atlético Madrid este ano tem mudado um bocadinho, maioritariamente jogado em 3x5x2, é verdade. Mas apanhamos a equipa num momento em que ficamos sem perceber como é que vão jogar. No último jogo, jogaram em 3x4x3, e ao intervalo mudaram para 4x3x3. Sei que o Simeone gosta de 4x4x2, e já estamos a falar em vários sistemas. Conhecendo a dinâmica da equipa, há qualidade, independentemente do sistema. Há construção normalmente a três, com profundidade nos corredores laterais e com bons movimentos nos homens da frente. Independentemente do sistema base, do que Simeone pensar, estamos preparados para esses diferentes cenários, percebendo os pontos fortes da equipa. Se jogar Griezmann e Suárez, é diferente do que se jogar Griezmann, Suárez e Correa. Se jogar o Llorente a lateral, é diferente de jogar o Trippier. Essas características dos jogadores é que vão ditar as variantes, e nós vamos ajustar defensivamente. Com bola, vamos aproveitar algumas das coisas que podemos aproveitar. O fantástico da Liga dos Campeões é defrontar estas equipas, que conseguem fazer coisas diferentes só mudando uma peça. O Lemar jogando a médio interior é um jogador diferente do Koke, que pode jogar mais a médio defensivo, e isso tudo dá uma dinâmica diferente. O Renan Lodi joga mais atrás, o Carrasco seria mais ofensivo. Cabe-nos a nós conhecer essas interpretações e a riqueza do plantel do Atlético Madrid”, referiu.

Veja também: Conceição responde a Simeone: “Ele era mais ‘bitaiteiro’ no balneário”

Apesar de em teoria este grupo da Champions ser difícil, Conceição considera-o equilibrado.

“Grupo mais equilibrado da Liga dos Campeões? Esse equilíbrio esta patente pela história dos clubes. Tivemos uma final em 2004, e tanto o Milan como o Liverpool tiveram em duas finais. Isto quer dizer muito do poderio histórico destes clubes. Espero que a devida diferença, o Milan do campeonato italiano, Liverpool do inglês, e Atlético Madrid do espanhol, fazem parte de campeonato com um poderio financeiro diferente. Vamos encarar o jogo com uma ambição enorme”, concluiu.

Veja também: A reação de Pepe após ser questionado sobre o lance com Coates

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!