Nacional

Conceição: Da azia com David Carmo à desconfiança dos elogios a Diogo Costa

Sérgio Conceição na antevisão a uma partida do FC Porto

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Santa Clara, Sérgio Conceição voltou a abordar o erro de David Carmo na vitória do FC Porto diante do Club Brugge na Liga dos Campeões.

Veja também: Conceição explica a festa do avião após ter dito que festeja títulos e não vitórias

Conceição foi ainda questionado sobre Diogo Costa, pelo facto de se ter referido à defesa de dois penaltis na Bélgica de forma simples, depois dos rasgados elogios que recebeu ao longo da semana.

Adoro pessoas simples e adoro jogar de forma simples. Ser simples é ser nobre. Se calhar sou mais efusivo num momento mais difícil que o Diogo possa ter e Deus queira que não tenha muitos. Fala-se muito, há muito ruído, isto não passa ao lado do jogador, mas o Diogo faz o seu trabalho e claramente está a fazer bem. Não mais do que isso. Fico sempre desconfiado destes momentos e elogios. Enquanto clube, devemos ter alguma calma, num momento estamos no poleiro e no momento seguinte estamos cá para baixo e o tombo pode ser grande. No final do jogo tive oportunidade de falar sobre um erro de um jogador que não foi um erro técnico, foi outro tipo de erro e sei que já me vão perguntar sobre isso na conferência. Tive oportunidade de dizer aquilo que sentia de uma forma simples”, referiu.

O treinador dos dragões assume que ainda está a digerir a situação. Um erro que, confessa, tem dificuldade em compreender.

“Falo de um jogador porque entendo que o deva fazer. O que fiz no final do último jogo teve de ver com algo…eu desculpo tudo, mas tenho mais alguma dificuldade em desculpar coisas daquele género. Temos um grupo fantástico e percebe a evolução do jogador, alguma inexperiência. Independentemente do que o David fez não ser aceitável. Sei que as minhas palavras podem fazer com que se fale mais disso do que a vitória no Brugge, foi uma vitória fabulosa. E agora temos de ter uma vitória fabulosa amanhã. Se estou completamente tranquilo e sem azia em relação ao David, é mentira. Continuo com dificuldade em aceitar. A melhor qualidade de um treinador é ser genuíno, não tenho que dizer que está tudo bem e no balneário fazer outra coisa. Sei o que disse e assumo essa responsabilidade, em função de uma ação negativa que podia prejudicar a equipa“, afirmou.

Veja também: Roger Schmidt reage à hipótese de João Félix regressar ao Benfica

O técnico azul e branco falou ainda da situação de Pepe, revelando que ainda não é desta que regressa à competição, recusando-se a comentar a possibilidade de o central falhar o Mundial.

Não sou selecionador nem faço parte da federação. Está a recuperar para dar o seu contributo o mais possível. Eu disse, quando ele se magoou, que é uma lesão chata, que eu também tive enquanto jogador. Diariamente vamos avaliando e percebendo essa evolução, mas não sei até que ponto nos próximos dias ele possa estar disponível, acho muito difícil. E quando digo dias falo de semanas. O departamento médico está a fazer tudo, tal como o Pepe, com o espírito que vocês conhecem. É uma questão de tempo. A duração não sei precisar, não adivinho”, disse.

Por último Conceição dedicou umas palavras a Otávio, que cumpriu 250 jogos pelo FC Porto.

“A equipa foi importante no próximo jogo. O Otávio é importante na nossa dinâmica, a evolução dele ao longo destes anos foi muito positiva, é muito maduro e experiente, sabe tudo em campo. Estou muito contente, conheci-o no V. Guimarães e o Otávio desse momento e o de hoje não tem nada a ver. Está num momento bom e não mais do que isso”, concluiu.

Veja também: Jesus exaltado com adeptos do Fenerbahçe: “Se não me querem, vou-me embora!” (VÍDEO)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!