NacionalVídeos

Jesus exaltado com adeptos do Fenerbahçe: “Se não me querem, vou-me embora!” (VÍDEO)

Jorge Jesus a treinar o Fenerbahçe

O Fenerbahçe de Jorge Jesus protagonizou uma fantástica recuperação, ao arrancar um empate diante do Rennes, depois de três golos de desvantagem, em jogo a contar para a Liga Europa.

Veja também: Benfica prepara ataque ao mercado de janeiro – As possíveis entradas e saídas

No entanto, nem tudo agradou o técnico português. Na conferência de imprensa que se seguiu à partida com os franceses, Jesus manifestou o seu desagrado com os adeptos do Fenerbahçe. Em causa o facto de os turcos terem assobiado um jogador.

“Os adeptos do Fenerbahçe hoje, e como sempre, têm ajudado a equipa a ser cada vez mais forte e mais confiante. Mas não façam divisões na equipa. Hoje assobiaram o Altay. E, como treinador, se estão a assobiar o Altay, estão a assobiar-me!“, afirmou.

O treinador luso fez questão de deixar o aviso aos adeptos.

Se não me querem, eu vou-me embora! Não foi o Altay. Foi a mim que assobiaram! E comigo não têm hipótese! Amem o Fenerbahçe, ok. Mas não façam divisões, não quero que façam divisões na minha equipa“, referiu.

“Volto a dizer: os fãs do Fenerbahçe também têm de saber que todos são importantes. Se tu amas o teu clube, não o divides. Se amas o teu clube, sofres e ficas feliz quando ganhas, mas pelo seu todo. Não há jogadores preferidos. Claro que os adeptos os têm, mas temos de respeitar. Tens filhos e gostas dos teus filhos todos igual, não gostas mais de um e menos de outros! E tem de ser a mesma coisa com os adeptos do Fenerbahçe”, acrescentou.

Veja também: Guerra de egos e ameaças: Bronca entre dirigentes do Benfica durante jogo da Champions

Jesus fez questão de referir também que não pretende adeptos de ocasião, mas sim aqueles que estejam com a equipa nos bons e nos maus momentos.

Só somos uma equipa quando todos estivermos juntos. A ganhar e a perder! Ter adeptos só a ganhar?! [bate palmas com ironia] Para mim… zero! Quero ter adeptos iguais a ganhar e a não ganhar. Foi por isso que vim para a Turquia! Vim para um clube porque senti que tinha adeptos fãs do clube! Então, vamos ser fãs do clube e não dividir o clube, ok?“, concluiu.

Veja os vídeos abaixo.

Veja também: Ronaldo regressa aos golos pelo Man. United e dá que falar com o seu festejo (VÍDEO)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!