Nacional

Amorim volta a abordar o clássico com o FC Porto e a saída de Vietto

Rúben Amorim, treinador do Sporting em conferência de imprensa

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Santa Clara, Rúben Amorim voltou a ser questionado sobre a polémica do clássico com o FC Porto (2-2).

É a nossa vida enquanto treinadores, temos, a seguir ao jogo, de responder a quente. Na altura sentimo-nos prejudicados, mas seguimos em frente, isso é passado e foi isso que transmiti aos jogadores. Tudo o que aconteceu com o FC Porto acabou aí e se não pensarmos no Santa Clara, que é uma excelente equipa, não vamos conquistar os três pontos”, afirmou.

Amorim alertou para os perigos que os açorianos colocarão aos leões.

“Temos que entrar como entrámos nos últimos jogos. Temos de ser consistentes, é uma equipa que tem os mesmos pontos do Sporting. Tem jogadores muito rápidos. Tem um guarda-redes que é dos melhores a jogar com os pés e isso ajuda muito as equipas. Temos de chegar com alguma arrogância positiva, temos de impor no nosso jogo como qualquer equipa grande. Não depende de inspiração. No fim, vamos esperar ter um bom resultado”, referiu.

Veja também: Bernardo Silva provoca FC Porto e Fernando Madureira responde

Ao fim de um mês de trabalho, o treinador do Sporting vê melhorias nos processos da equipa.

Sim, a parte física foi importante, porque tivemos a pré-época e vários dias sem treinar, pela covid-19. As melhorias vêm dos treinos todos juntos, com o infortúnio da Liga Europa tivemos semanas mais longas, mas não acho que estejamos assim tão melhores. Ainda temos de nos esforçar muito para dominar nos jogos, mas temos coisas muito boas, boas dinâmicas e acho que estamos no bom caminho“, considerou.

Amorim foi ainda questionado sobre a iminente saída de Luciano Vietto. No entanto não confirmou a saída do argentino, apesar de estar fora da convocatória.

“O que posso confirmar é que não está na convocatória. Até ser oficial, é jogador do Sporting. Todos os jogadores são importantes, mas por vezes levantam-se outros valores e o que tiver de ser, será“, referiu.

Veja também: Georgina revela detalhes da intimidade com Ronaldo: “É uma bomba”

Quanto a um possível substituto o treinador leonino não avançou com um nome. No entanto abre as portas da formação.

“Ainda é jogador do Sporting e todos os escalões são alvo de avaliação. Não é fácil substitui-lo, mas a porta da equipa principal está aberta, mas não é porque sai um que está mais aberta. Todos têm de crescer”, concluiu.

Deixe uma resposta