NacionalVídeos

“Aiiiiiiii”: Jorge Jesus simula gritos para pedir fim das tretas (VÍDEO)

Jorge Jesus na conferência de imprensa posterior ao Estoril-Benfica

Após a vitória do Benfica na Taça de Portugal diante do Estoril, Jorge Jesus protagonizou um momento que tem tanto de hilariante como de muito sério.

Veja também: A reação dos filhos de Conceição à polémica do SC Braga-FC Porto

O técnico encarnado foi questionado sobre a ambiente efervescente que ronda a arbitragem nas últimas semanas. No entanto Jesus chamou a atenção para o facto de os jogadores também não facilitarem a vida dos árbitros, com constantes simulações.

“Sobre a arbitragem no futebol português: isto é normal. Estive dois anos e meio fora de Portugal e, quando saí, já havia esta pressão de querer ganhar os jogos fora das quatro linhas. Mas falo de todos os clubes. Hoje em dia, no futebol português, por qualquer coisinha, numa jogada normal, um jogador toca na pestana do outro e parece que lhe arrancaram um olho. Gritam para o árbitro sancionar. Os jogadores em Portugal estão nesta treta. Às vezes há jogadas agressivas, mas há outras em que tocam com a unha e eles dão gritos, parece que levaram com um pau. São todos”, afirmou.

Veja também: Rui Pinto reage a insultos e ameaças de morte de adepto do Benfica

“E mais. Tem de se acabar o antijogo. As equipas têm de arranjar uma forma de defender para suportar quando jogam contra equipas melhores. Mas deixar o antijogo, deixar de ter guarda-redes a perder dez minutos de jogo deitados no chão. Tem de ser tudo revisto. Devia haver uma reunião com todos os treinadores. Isso aconteceu quando eu estava na Arábia Saudita. Eu estaria disponível para isso e devia fazer-se uma reunião para melhorar o futebol português. Para o espetáculo, para que se deixem estas tretas, este folclore. E não estou a falar de arbitragem, estou a falar dos jogadores de todas as equipas”, acrescentou.

Veja também: Os milhões que Ronaldo ganha semanalmente com o Instagram

Veja o momento no vídeo abaixo.

Veja também: Benfica emite comunicado sobre o futuro de Jesus – ÚLTIMA HORA

Por último Jesus condenou a pressão em torno da arbitragem e apelou para que se destacasse o futebol jogado.

“Para mim, o importante é o futebol português. Não é o que o treinador ou o presidente da equipa adversária diz. É importante conjugar ideias em defesa do futebol português. Há esta pressão constante sobre os árbitros, porque pensam que assim é mais fácil ganhar jogos. Mas eu não penso assim. Os árbitros têm de ter poder e quem fala muito, tem de baixar a bolinha. Venho de um país apaixonado por futebol, onde só se fala de futebol [Brasil] e onde não há estas tretas constantes antes dos jogos”, concluiu.

Veja o vídeo abaixo.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com