Nacional

Trubin revela os craques que gostaria de ver no Benfica

Anatoliy Trubin, guarda-redes que substituiu Vlachodimos no Benfica.

Anatoliy Trubin, o guarda-redes do Benfica, numa entrevista à Ukrainian Football, revelou os nomes dos compatriotas que adoraria ver no clube da Luz e partilhou as suas experiências e opiniões sobre a vida em Lisboa, Portugal, e o povo português.

Veja também: Martínez diz que o melhor jogador da Europa no arranque da época era português

Quando questionado sobre quais jogadores ucranianos gostaria de ter ao seu lado no Benfica, Trubin respondeu sem hesitar. “Dos ucranianos? Ah, eu adoraria ver os meus amigos Mudryk [extremo do Chelsea] e Sudakov [médio do Shakhtar], mas são muito caros. Se pensarmos bem, Bondarenko [médio do Shakhtar] seria uma boa escolha“, brincou o guarda-redes, reconhecendo o elevado valor de mercado dos seus compatriotas.

Na entrevista, Trubin descreveu Lisboa como uma “grande cidade do futebol”, elogiando a paixão pelo desporto e a história futebolística da capital portuguesa. O jogador também partilhou a sua admiração pelo clima e pelas pessoas de Portugal, elogiando a hospitalidade e a simpatia dos portugueses, especialmente durante o conflito na Ucrânia.

Estou muito grato a Portugal e ao seu povo pelo que estão a fazer pelos ucranianos comuns durante a guerra. Cada vida, história humana, não tem preço“, expressou Trubin.

Veja também: A reação de Calado em direto ao golo que afastou o Benfica da Taça da Liga (VÍDEO)

O guarda-redes falou ainda sobre as dificuldades enfrentadas pelos seus compatriotas que fugiram da guerra, mencionando que algumas histórias são “simplesmente assustadoras”. Apesar das tragédias, Trubin destacou a contínua solidariedade dos portugueses.

Trubin não deixou de mencionar as diferenças culturais e climáticas que encontrou em Portugal, comparando com a sua terra natal. “A mentalidade das pessoas e, claro, há o clima. Por exemplo, todos os problemas nos bancos e nas instituições demoram mais tempo a resolver“, observou, referindo-se à diferente abordagem e ritmo de vida em Portugal.

Esta entrevista de Trubin não só revela as suas escolhas ideais de jogadores para reforçar o Benfica, como também oferece um olhar íntimo sobre as suas experiências pessoais em Portugal, refletindo sobre a adaptação cultural, o impacto da guerra na sua pátria e a acolhida calorosa que recebeu no país lusitano.

Veja também: Calado arrasa Schmidt após gesto com Musa: ‘Já enjoa’ (VÍDEO)

O Adeptos de Bancada já está no YouTube com vídeos imperdíveis! Vai ficar de fora? Junte-se ao nosso 11 e subscreva o nosso canal aqui!

Deixe um comentário