Nacional

Schmidt responde a possíveis saídas de Ramos, Enzo e Otamendi

Roger Schmidt em conferência de imprensa do Benfica

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Moreirense, a contar para a Taça da Liga, Roger Schmidt não tem dúvidas sobre as dificuldades que o Benfica irá enfrentar na deslocação a Moreira de Cónegos.

“É uma final. As duas equipas ganharam os dois jogos. É uma equipa da II Liga que pode jogar na I Liga. Será um teste difícil, mas é uma final. A Taça da Liga é uma das competições que queremos ganhar. Treinámos bem, estamos em boas condições, alguns jogadores estão de volta, ao contrário de Enzo e Otamendi, que estão na final do Mundial’2022. Estamos felizes por eles. Vamos tentar jogar no nosso estádio, depois, e, por isso, temos de ganhar“, afirmou.

Veja também: O aviso de Félix aos portugueses após saída de Fernando Santos

Com o mercado à porta, o técnico encarnado está ciente de que poderá perder jogadores, nomeadamente Gonçalo Ramos, Enzo Fernández e Nicolás Otamendi, que se têm exibido em grande nível no Mundial. No entanto, Schmidt não tem receio.

O Otamendi jogou a um nível fantástico. Acho que já vêm jogando muito bem ao longo da época, o Gonçalo e o Enzo. O Enzo aproveitou as oportunidades na Argentina, não começou a titular. O Gonçalo Ramos também, com Portugal, marcou três golos. Mostra que tem muita confiança. Estamos muito felizes por eles e eles felizes por jogarem no Benfica. Precisamos de jogadores como eles. Não temos medo que saiam. Não vamos dar ninguém, precisamos deles para sermos campeões”, referiu.

No que diz respeito a possíveis entradas em janeiro, Schmidt está aberto a soluções que possam melhorar a equipa, embora garanta estar satisfeito com as opções que têm à sua disposição..

Não temos grandes necessidades. Jogamos bem, os jogadores evoluíram. Como equipa, demonstrámos um bom espírito. A janela de transferências está aberta e, por isso, temos sempre de pensar em pequenos ajustes. Veremos o que é possível. Não temos pressão, de todo. Estamos felizes com o plantel. Se pudermos melhorar o plantel, melhor”, disse.

Veja também: Mau ambiente no Mundial: ‘Jogadores da Seleção estão fartos de Ronaldo’ (VÍDEO)

Por último, Schmidt revelou que irá torcer pela Argentina na final do Mundial, não só por contar com dois jogadores que orienta, mas também por ser fã de Lionel Messi, que considera ser o melhor jogador do mundo.

Com todo o respeito que tenho pela França, vou apoiar a Argentina por causa dos dois jogadores. Para ser sincero, adoro Messi. É o melhor jogador do Mundo, demonstrou-o neste Mundial. Espero que ganhem. A Argentina é um bom exemplo, evoluíram muito ao longo do Mundial, depois de um mau começo. Defendem bem, jogam muito bem como equipa. Merecem ganhar”, concluiu.

Deixe uma resposta