Nacional

“Rafa endiabrado e Fernando Santos a ver. Hoje é a grande figura portuguesa no futebol”

Fernando Santos assiste ao Benfica-Juventus onde Rafa se destacou

A grande exibição de Rafa na vitória do Benfica diante da Juventus na Liga dos Campeões, foi o mote para David Borges deixar duras críticas a Fernando Santos.

Veja também: O gesto nada habitual de Rafa após a vitória do Benfica sobre a Juventus (VÍDEO)

O comentador começou por criticar às opções do selecionador nacional, realçando o génio de Rafa.

“Houve um dia que o Benfica fez uma exibição de gala, não sei para que competição nem contra quem, que levou o inesquecível Carlos Pinhão a escrever no jornal A Bola em título: ‘Vermelhos à solta com Eanes a ver’. E hoje apetece dizer: ‘Vermelhos à solta, com Rafa endiabrado e Fernando Santos a ver‘. Acho que isto tem de ser dito já. E podemos discutir mais tarde. Como é que um génio destes, que de facto, pela complexidade dele próprio, tem andado muitas vezes e durante largos períodos desaparecido, aparece a mostrar que de facto é hoje se calhar que é a grande figura portuguesa no futebol. Mas foi uma grande noite benfiquista, uma grande noite europeia do Benfica e portanto acho que vale pouco a pena criticar o treinador do Benfica que demorou muito a fazer as substituições que a situação impunha e para exaltar os 76 minutos de grande brilho do Benfica, com algumas unidades em plano estratosférico”, referiu.

Veja também: Imprensa italiana fala em baile e humilhação do Benfica à Juventus: “Foram mestres”

Por último David Borges critica a forma como Fernando Santos gere a Seleção Nacional e que isso explica a renúncia de Rafa.

Sou a pior pessoa para falar sobre isso porque sou um crítico, desde sempre, de Fernando Santos, relativamente à forma como tem gerido a Seleção e gerido os jogadores, centrando-se muito nos seus fiéis e desperdiçando talentos que podem desanimar e pela sua persistência em sentá-los no banco ou até por nem se chegarem ao banco e Rafa é um desses casos. Rafa nunca foi um jogador estimulado na Seleção, como outros também não são e portanto chegou uma altura em que ele acho que de facto ir à Seleção ou não ir era rigorosamente a mesma coisa, porque não garantia à partida a titularidade, por muitos bons jogos que fizesse. Não era uma solução. Já liberto da Seleção temos um Rafa exuberante, pelo crédito que lhe é dado pelo treinador e pela sua equipa”, concluiu.

1 comentário

  • Rafa outra vez? Para ficar no banco? Ou jogar? No lugar de quem? Com os golos que falhou escandalosamente (6?) contra a Juventus (independentemente de ter marcado 2 ao 8º classificado da Liga Italiana), não vejo um sério Fernando Santos a colocá-lo de início num jogo de Selecção! A não ser que a pressão jornalística da capital tenha muita mais força que a integridade do Selecionador!

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!