bbb
Nacional

Pedro Pinho terá ganho vários milhões com o FC Porto sem fazer nada

Pedro Pinho, empresário associado ao FC Porto

Segundo adianta a revista Sábado, o procurador Rosário Teixeira está a investigar pelo menos sete transferências do FC Porto, no âmbito do processo Operação Prolongamento. De acordo com a mesma publicação, Pedro Pinho esteve envolvido em todos eles e o seu modus operandi passava por nunca faturar diretamente à SAD.

Veja também: Rui Pinto reage ao controverso BSAD-Benfica e fala em suborno

O Ministério Público suspeita ainda dos negócio imobiliários entre o empresário e Pinto da Costa. Diz o Ministério Público que Pedro Pinho ganhou milhões com o FC Porto sem fazer nada e “suspeita que o agente tem funcionado como um ‘testa de ferro’ de Pinto da Costa”.

A Sábado dá o exemplo do negócio que levou Felipe ao Atlético de Madrid. O central brasileiro foi contratado pelos dragões em 2016 a troco de seis milhões de euros, por 75 por cento do passe. Posteriormente os azuis e brancos investiram mais quatro milhões de euros para obter a restante percentagem.

Veja também: Bola de Ouro: Ronaldo arrasa jornalista da France Football antes da gala

Em 2019 Felipe seria vendido ao Atlético de Madrid por 20 milhões de euros. Segundo o procurador Rosário Teixeira, foi o empresário Pedro Pinho que encetou os contactos com o empresário do defesa Giuliano Bertolucci.

No entanto, quem emitiu a fatura de 1,9 milhões de euros relativa à intermediação do negócio foi a Yes Sports, empresa do empresário Bruno Macedo. Por sua vez este emitiu uma fatura de 980 mil euros para a PP Sports, empresa de Pedro Pinho.

Veja também: O acordo entre BSAD e Benfica que incluía a bilheteira do jogo de sábado

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!