Internacional

Maria Vieira rendida a Messi e arrasa Ronaldo: ‘Revoltar a multidão de Ronaldetes’

Maria Vieira, Cristiano Ronaldo e Lionel Messi

A atriz Maria Vieira é uma personagem dada a polémicas e não saiu do seu registo, na hora de comentar a vitória da Argentina no Mundial, com uma farpa a Cristiano Ronaldo.

Veja também: O aviso de Félix aos portugueses após saída de Fernando Santos

Primeiro começou por enaltecer Lionel Messi, naquela que é a sua primeira publicação, desde o castigo imposto pelo Facebook.

“Volto hoje, depois de mais 30 dias de censura socialista/globalista por parte do «Foiceburka» – a rede social que silencia a Lápis Vermelho os conservadores e os cidadãos de Direita de todo o mundo! E volto para falar, inevitavelmente, da conquista do Campeonato do Mundo pela Argentina e da brilhante prestação daquele que é, definitivamente, o Melhor Jogador de Futebol do Mundo – Lionel Messi – o mágico que, ao lado de Pelé e de Maradona, forma a trilogia do mais puro talento futebolístico de todos os tempos”, começou por escrever.

Depois apontou para o narcisismo e egocentrismo de Ronaldo e aponta Messi como um filho, brincando com a sua altura.

Por várias vezes e numa altura em que ninguém o podia afirmar em Portugal, sob pena de ofender, agitar e revoltar a multidão de «ronaldetes» que idolatra o valor, a determinação e a competência do Cristiano Ronaldo, mas que insiste em varrer para debaixo do tapete o seu narcisismo, o seu exibicionismo e a sua arrogância, eu disse que o Messi era o Melhor do Mundo (até porque foi ele o jogador que mais vezes ganhou o troféu relativo a esse título) e cheguei até a fazer aqui no «Foiceburka» uma montagem fotográfica em jeito de brincadeira onde declarava ser a mãe biológica do Messi, tendo em conta as características físicas (sobretudo no que diz respeito á altura ou à falta dela) que poderiam facilmente corroborar a minha falaciosa pretensão…”, escreveu.

Veja também: Jornal francês atira: ‘Golo de Messi no prolongamento é ilegal’

E neste campeonato, Messi vem confirmar que eu sempre tive razão, que ele é de facto o jogador mais talentoso do mundo e que para além disso é um homem humilde, simpático, afável e civilizado, um homem que merece tudo aquilo que procurou e que a vida, naturalmente, lhe soube oferecer“, acrescentou.

Maria Vieira concluiu numa nota mais política, dando a sua visão sobre o regime argentino.

“Assim sendo, parabéns à Argentina, parabéns ao povo argentino que, desgraçadamente, vive sob o jugo de um regime socialista corrupto, incompetente e cleptocrático e parabéns a esse rapaz chamado Lionel Messi, o filho que por todas as razões ($$$) e mais alguma ($) eu gostaria de ter, mas que na verdade chama mãe a outra…“, concluiu.

Veja também: Matthäus diz ter pena de Ronaldo: ‘É o grande flop do Mundial’

Deixe uma resposta