Nacional

Júlio Magalhães diz que era demitido se parasse a divulgação dos emails do Benfica

Júlio Magalhães, jornalista da CNN Portugal

Júlio Magalhães referiu em tribunal que não teve responsabilidade na divulgação dos emails do Benfica no Porto Canal.

Aquilo era da responsabilidade do FC Porto e não passou por mim. Eu geria os outros 90% da grelha do canal. Eles tinham autonomia própria e eu não tinha interferência“, afirmou.

Veja também: Resposta arrasadora de Kátia Aveiro a quem a acusa de viver às custas de Ronaldo

O jornalista assegura que nada podia fazer para impedir a divulgação dos emails.

Não podia fazer nada. Não tinha autonomia. Não podia censurar nada e nem sequer ponderei isso porque nunca me passou pela cabeça que aquilo não estivesse calcificado juridicamente“, referiu em resposta à questão do juiz.

A procuradora-geral perguntou o que aconteceria a Júlio Magalhães caso decidisse interferir e Júlio Magalhães garante que seria demitido ou então sairia pelo próprio pé e que não tinha responsabilidade nos conteúdos do Porto Canal.

Veja também: Georgina deixa recado sobre zanga com mãe de Ronaldo

Deixe uma resposta