Nacional

Jornalista acusa Francisco J. Marques de mentir após farpas sobre encontro com Schmidt

Francisco J. Marques na apresentação do livro "O Polvo Encarnado"

Francisco J. Marques recorreu à sua página do Twitter para lançar farpas contra o Benfica, na sequência do encontro informal de jornalistas convidados pelo clube com Roger Schmidt.

Veja também: A transferência mais surpreendente da época passada no Benfica que Jesus quer no Fenerbahçe

O diretor de comunicação do FC Porto lançou a suspeição deste encontro e revelou os jornalistas que estiveram presentes.

-

“Há hábitos que nunca mudam. A nova época ainda não começou mas a Porta 18 voltou a abrir-se a um restrito grupo de jornalistas, que ontem foram recebidos no Estádio da Luz para um primeiro encontro com Roger Schmidt, numa espécie de pré-época para “master-cartilheiros”.”

“Com o pedido para não usarem telemóveis, jantaram na companhia de Pedro Pinto, diretor de comunicação, e Nuno Costa, chefe de gabinete da presidência, enquanto Schmidt jantava ao lado com a Comissão Executiva da SAD do Benfica.”

Veja também: As lágrimas e as farpas de Mourinho aos críticos: “Não dedico este título a quem está aziado” (Vídeo)

O café já foi em comunhão entre todos, certamente para delinear estratégias, pois só assim se percebe que ninguém tenha dito ou escrito uma linha sobre a “soirée”, numa altura em que o novo treinador do Benfica é o tema que mais interessa aos medias desportivos.”

Entre os convidados estavam nomes como RQ (A Bola), SK (Record), JN (Antena 1), LV (CNN Portugal), LA (SIC), entre outros. É caso para dizer, cartilheiros de todo o mundo, uni-vos…

Veja também: Weigl quer bater com a porta ao Benfica e Roger Schmidt já anunciou a Rui Costa a sua decisão

“Só agora soube que o Paulo Catarro ficou muito ofendido por eu não o ter incluído no lote de cartilheiros. Falha minha, como facilmente conclui qualquer pessoa que ouça os seus sábios comentários… Mas também é para isto que existe a CMTV, para enfiarem as carapuças em direto”.

No seu espaço de opinião no diário desportivo Record, Sérgio Krithinas, um dos visados pelo dirigente portista, respondeu.

O jornalista confirma o encontro, desmentindo a ideia de que o mesmo tenha sido feito de forma escondida, revelando as condições prévias da conversa informal com o novo treinador do Benfica. Além disso o jornalista acusou J. Marques de mentir.

“Ficou estabelecido, no momento do convite, que seria uma conversa informal, de onde não sairiam declarações em ‘on’, mas através da qual poderíamos perceber algumas das ideias de Schmidt. E não houve nenhuma regra sobre telemóveis (o meu foi usado antes, durante e depois do encontro). Esta foi uma das mentiras de J. Marques – outro foi um dos nomes que ‘colocou’ no encontro e ainda houve a omissão conveniente de um jornal também presente“, escreveu.

Veja também: Benfica ganha concorrência de peso por Enzo Fernández por causa de Rui Pedro Braz

Krithinas vai mais longe e diz que o FC Porto já organizou este tipo de iniciativas.

Talvez não saiba que este tipo de encontros informais acontece em todos os clubes (inclusivamente no que lhe paga o salário – mas aqui o mais certo é que não saiba mesmo) ou em todas as instituições do desporto em Portugal. Se J. Marques nunca participou em nenhum na sua longa carreira de jornalista, então ainda bem que se mudou para diretor de comunicação“, escreveu.

1 comentário

  • Este é que é sempre o mau da fita!Os outros os puros os verdadeiros ..os que vibram pelas vitórias do futebol..!Desde que não entre Porto…

Deixe um comentário