Nacional

FC Porto revoltado já decidiu se avança para despenalização de Taremi

Mehdi Taremi, avançado iraniano do FC Porto

Os instantes finais do FC Porto-P. Ferreira (2-1) ficaram marcados pela expulsão de Mehdi Taremi. O internacional iraniano caiu na área pacense após contacto com Maracás, ficando a reclamar uma grande penalidade. No entanto, o árbitro Manuel Mota acabaria por expulsar o avançado, considerando tratar-se de uma simulação.

Veja também: Colosso inglês com proposta de 80M€ para o Benfica por Darwin

Ora segundo adianta o diário desportivo O Jogo, esta decisão gerou uma grande revolta junto dos responsáveis portistas, que já não estavam agradados com a prestação da equipa de arbitragem ao longo da partida, incluindo o VAR Tiago Martins.

A direção liderada por Pinto da Costa também já estava desagradada com a validação do golo do P. Ferreira, considerando ter existido falta de Denílson sobre Marcano, antes do golo de Nuno Santos.

Veja também: Hoje brilha no Sporting e a mãe revela: “O Benfica não o quis”

No entanto, de acordo com a mesma publicação, apesar da revolta, o FC Porto não deverá avançar com o pedido de despenalização de Taremi, pelo menos para já. O próximo jogo dos azuis e brancos será contra o Sintrense, a contar para a Taça de Portugal, e já era expectável que Sérgio Conceição iria poupar o avançado.

Veja também: Ricardinho chora ao ouvir o hino pela última vez como jogador (Vídeo)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!