Nacional

Conceição: “Se não vencermos o Benfica temos pistolas e fisgas apontadas”

Sérgio Conceição em antevisão de um jogo do FC Porto

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Benfica, Sérgio Conceição espera naturalmente uma partida difícil e competitiva.

O que esperamos é um jogo daquilo que são os clássicos, muito competitivos, difíceis para as duas equipas, aliás para as três. São jogos importantes e que nós treinadores e jogadores percebemos essa importância. São sempre três pontos que ganha e que o adversário não ganha“, afirmou.

O técnico do FC Porto recusa qualquer favoritismo.

As estatísticas e os jogos para trás não contam para nada, contam zero. A história deste jogo somos nós e o Benfica que a vamos escrever. Vai depender do que se fizer em campo, não depende da estatística do passado. Desvalorizo isso, estes jogos são tão equilibrados e competitivos que não ligo nada a estatísticas“, referiu.

Veja também: “Rejeitámos a contratação de Ronaldo e não me arrependo”

Nem o facto de os dragões terem perdido apenas três jogos dos últimos 15 com as águias é motivo para Conceição encarar a partida com maior superioridade.

“O que aconteceu nos jogos passados… Comigo tive oportunidade no final do jogo de explicar porquê dessas vitórias. Amanhã depois do jogo nós falaremos. O que é a hegemonia? A hegemonia é o próximo jogo. Os jogos já ganhamos, agora isso não conta nada. Se amanhã não ganharmos o jogo já temos umas pistolas e umas fisgas apontadas. Faz parte do que é o futebol. O futebol é como a vida, vive de resultados”, disse.

O treinador dos azuis e brancos venceu os quatro clássicos da temporada passada, algo que também não entra no balneário, naquilo que é a preparação para o jogo.

“Na preparação do jogo não entra nada disso. O que interessa é a preparação, o que fizemos de bem e menos bem frente ao Benfica. O que o eles fizeram a seguir nos outros jogos. O que pode fazer a sua equipa, as suas dinâmicas. Isso é que é a preparação do jogo e que é apaixonante do jogo. A preparação é à volta disto. Com que cara chego ao pé dos jogadores e digo ‘Meus amigos, vocês sabem que ganhámos ali e agora resolvam’? Isto não existe no futebol. Para os treinadores e jogadores não interessa nada essa questão”, explicou.

Veja também: Jesus pode trocar o Benfica pelo regresso ao Brasil pela porta grande

Por último Conceição não abriu muito o jogo no que diz respeito à situação de Otávio. Recorde-se que o brasileiro teve um teste inconclusivo à Covid-19.

Espero ter todos os jogadores disponíveis. O Otávio é uma questão que o departamento médico saberá esclarecer. Não percebo tantas perguntas em torno do Otávio. Saíram [notícias de] dois jogadores cá para fora [infetados com COVID-19], o Manafá e o Otávio. Já tivemos outros jogadores positivos e vocês [jornalistas] não me perguntaram nada. Espero ter todos disponíveis, é isto que tenho a dizer”, concluiu.

Recorde-se que o FC Porto-Benfica disputa-se amanhã, às 21h00.

Veja também: Agora sim: Rúben Amorim passa a ser treinador principal do Sporting

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!