Internacional

Revelado o motivo pelo qual Ronaldo nunca foi capitão no Man. United

Ao longo dos seis anos que representou o Manchester United, Cristiano Ronaldo assumiu-se como um verdadeiro ídolo, pelos golos decisivos que marcou.

Veja também: Jogador do FC Porto furioso com-mulher ao descobrir que não era pai do seu filho

Contudo Alex Ferguson nunca lhe concedeu a braçadeira de capitão.

Gary Neville explicou a decisão do mítico técnico escocês. Era tudo uma questão de gestão de egos dentro do balneário, para assim evitar problemas.

“Fiquei lesionado muito tempo depois de um ano como capitão e isso foi realmente difícil para mim. Senti que não estava a contribuir como um capitão deve.

Fui conversar com Sir Alex Ferguson e disse-lhe: ‘não sinto que mereça manter a braçadeira de capitão. Esta equipa atingiu um nível onde não posso competir.’

Ele respondeu-me: ‘vais ficar com a braçadeira. Tu e o Giggs vão rodar. Se a der a Ronaldo, a Rooney, Vidic ou Ferdinand isso irá provocar problemas.’

Acho que eu e o Giggs ficámos com a braçadeira durante mais três ou quatro anos apenas para manter a união no balneário. Nós éramos uma espécie de polícias no balneário.

Sir Alex Ferguson considerava que a equipa vinha sempre primeiro“, afirmou o antigo internacional inglês, em declarações à Sky Sports.

Veja também: Irina Shayk falou sobre a mãe do filho mais velho de Ronaldo

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!