NacionalVídeos

Paulinho: Do mais bêbado na festa do título ao professor de palavrões de Morita

Paulinho a fazer a sua celebração icónica do golo.

Paulinho, avançado do Sporting, participou numa conversa animada na Rádio Comercial, onde, em diálogo com Pedro Ribeiro, Vera Fernandes e Vasco Palmeirim, partilhou detalhes curiosos e momentos íntimos da sua vida e do ambiente vivido no clube leonino.

Veja também: Eis o que Catarina Madureira fazia ao dinheiro do esquema dos bilhetes

Com humor e sinceridade, o jogador falou sobre a determinação da equipa e a influência motivacional do técnico Rúben Amorim. “Começamos a ganhar o campeonato hoje“, citou Paulinho, relembrando as palavras de Amorim no final da última temporada, que anteciparam a conquista deste ano.

Paulinho, conhecido pela sua alegria e leveza, descreveu Amorim como “um milhão” de vezes chato, mas num bom sentido. “Um treinador tem de acreditar nas suas ideias, ele não muda em função do que dizem. É um bom teimoso“, explicou o jogador, evidenciando o respeito e a admiração que tem pelo treinador.

Durante a entrevista, não faltaram histórias divertidas, como a revelação do jantar de celebração do título, onde os jogadores levaram “roupa na mochila” antecipando a vitória.

Fomos todos bonitinhos, com as nossas esposas. A minha t-shirt estragou-se, levou com tanto álcool, champanhe e cerveja em cima… Foi para o lixo“, contou entre risos.

Veja também: O negócio milionário que o clã Madureira tinha preparado para a final da Taça

O avançado revelou quem foram os jogadores mais bêbados da festa.

Temos uns quantos… Adán, Esgaio… Acabou a Somersby e acabei por deixar de beber“.

Paulinho abordou também a música que os adeptos do Sporting lhe dedicam e que ficou no ouvido e que até conquistou os adeptos rivais.

Poucos jogadores têm uma música para eles, tenho um colega de equipa (não vou dizer o nome) que só no Marquês descobriu que esta música era para mim… O Morita mandou-me um vídeo da filha dele no sofá aos saltos a dançar isto… A minha filha é muito pequenina… Quando subo a rampa para entrar no palco, começa a dar a música e sente-se uma diferença no ambiente, fica uma loucura! Há muitos pessoas que não são sportinguistas que cantam isto“.

Veja também: Adeus ao Sporting? Paulinho revela os planos para o seu futuro

Curiosamente, foi com Paulinho que o japonês aprendeu alguns palavrões em português.

Sou eu. Ao Morita acho que fui eu, embora ele já soubesse umas coisas do tempo do Santa Clara. O meu medo é dizer palavrões aqui [na rádio], pode sair naturalmente…“.

Questionado sobre que jogador do Sporting dará treinador, Paulinho surpreendeu.

O Seba [Coates] acho que não, o mister diz que o Nuno Santos vai dar treinador, coitados dos jogadores… Mas apesar do feitiozinho dele, entende o jogo. O Luís Neto se calhar dava o presidente de um clube. É muito diplomático, sabe falar com malta, gosto muito dele“.

Veja também: Incrível: O que Sandra Madureira tinha preparado para o FC Porto-Boavista

Esta entrevista não só proporcionou um vislumbre do bom ambiente que se vive no balneário do Sporting, mas também reforçou a imagem de Paulinho como um jogador chave tanto dentro como fora do campo.

O Adeptos de Bancada já está no YouTube com vídeos imperdíveis! Vai ficar de fora? Junte-se ao nosso 11 e subscreva o nosso canal aqui!

Deixe um comentário