Nacional

O que Conceição quer ver contra o Milan e que faltou frente ao Liverpool

Sérgio Conceição no banco do FC Porto

Nas conferência de imprensa de antevisão ao jogo da Liga dos Campeões entre o FC Porto e o AC Milan, Sérgio Conceição não escondeu que o principal objetivo é vencer a partida, numa altura em que os dragões estão necessitados de pontos.

Aquilo que espero é fazer um bom jogo e podermos ganhar. Que este jogo é mais ou menos importante, é o mais importante porque é o de amanhã, os que passaram passaram. À medida que nos vamos aproximando do fim, mais importantes se tornam os jogos. Amanhã nada vai ficar decidido, mas o que queremos perante um adversário dos mais titulados do mundo é fazer uma boa exibição e ganhar“, afirmou.

Veja também: Custou 35M€ ao Real Madrid mas pode reencontrar Jesus no Benfica


No que toca à motivação dos jogadores, o técnico dos azuis e brancos assegura que não é um problema.

Seria mais difícil passar do Milan para o Tondela. Cada vez mais isso faz parte do que é a nossa gestão, o nosso programa, com diferentes departamentos que trabalham connosco para manter o alto nível, não só a nível técnico, tático, como físico e emocional. Nesse sentido também há esse trabalho, sabendo que nestes jogos não é necessário um grande trabalho nesse sentido, mas sim baixar até a euforia que possa haver. É importante eles estarem entusiasmados e corajosos, mas cada um tem de ser fiel àquilo que é a identidade da equipa. Podemos nem ganhar o jogo, mas perder identidade, nunca”, referiu.

Para Conceição, manter a identidade é fundamental para que não aconteça desaires semelhantes ao do jogo com o Liverpool.

“Acho que é sempre assim, independentemente de serem positivos ou negativos há sempre coisas a tirar, situações que correm bem e menos bem, andamos a trabalhar sempre em cima disso. A concentração e o foco têm de ser essenciais, até na Taça de Portugal. Ali há mais alguma coisa do que só a qualidade técnica, e que vem sempre ao de cima quando não existe muita concentração. Quando defrontamos adversários que aproveitam o mínimo erro sem falhar, essa situação ainda se nota mais. É a melhor prova de clubes no mundo e temos de saber estar”, disse.

Veja também: Equipa da I Liga goleada e afastada da Taça por equipa da II Liga

O treinador dos dragões defende que o AC Milan é uma equipa forte, apesar de ter sofrido reviravoltas nas últimas partidas da Liga dos Campeões.

Vi um Milan muito forte. No campeonato ainda não perdeu e já defrontou Juventus, Lazio e Atalanta. Equipa fortíssima, esteve a ganhar em Liverpool e contra o Atlético Madrid. Olhamos para o jogo tendo em conta a preparação, os pontos fortes e as fragilidades do Milan, uma ou outra ausência que possa mudar a dinâmica de jogo. Olhar para o que são capazes de fazer, para as individualidades, e para aquilo que nós, que é o mais importante, podemos fazer. Temos de encontrar um equilíbrio, e é aí que nos focamos”, salientou.

Por último Conceição destacou a qualidade de Zlatan Ibrahimovic.

“Não sei se vai jogar ou não, mas nenhuma equipa se pode agarrar a um jogador. Poderoso fisicamente, uma referência no futebol mundial, assim como o Pepe e outros jogadores de muita valia e experiência. Quando o Zlatan joga sabemos onde gosta de pisar, onde se sente confortável, o que temos de fazer para que não se sinta confortável. Temos de olhar para as dinâmicas, e gostamos sempre de defrontar os melhores do mundo, e o meu pensamento sobre o Zlatan é esse”, concluiu.

Veja também: Bebés de Ronaldo em tarde de outono de diversão no parque (VÍDEO)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!