Nacional

MP avança contra agente que agrediu jornalista após Moreirense-FC Porto

Momento da agressão a repórter da TVI, após o Moreirense-FC Porto

O Ministério Público avançou com a acusação de ofensa à integridade física qualificada, atentado à liberdade de informação e dano com violência contra Pedro Pinho.

Veja também: Treino do Atl. Madrid trouxe péssimas notícias para Félix – ÚLTIMA HORA

Recorde-se que o empresário agrediu um operador de câmara da TVI, após o Moreirense-FC Porto, no passado mês de abril.


Refere o Ministério Público que a vítima foi abordada pelo arguido “que, com o intuito de que parasse de filmar, lhe desferiu um pontapé no abdómen e, simultaneamente, no material de imagem com que filmava“, acrescentando que Pedro Pinho “desferiu um segundo pontapé na vítima e no referido material, encostou o operador de câmara a um gradeamento e segurou-o pelo pescoço, tentando retirar-lhe a câmara“.

Veja também: Salário milionário de Ronaldo faz disparar as contas do Man. United

Na altura, Pedro Pinho foi alvo de um processo disciplinar por parte da FPF e cumpriu uma suspensão de 20 dias. Em caso de condenação, a licença de intermediário de Pedro Pinho pode vir a ter a sua validade revista.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!