Nacional

Justiça bem tenta mas sócios portistas têm medo de denunciar Madureira

Fernando Madureira nas bancadas a comandar os Super Dragões, claque afeta ao FC Porto.

Segundo adianta o Correio da Manhã, vários elementos das casas do FC Porto confirmaram que Fernando Madureira liderava um esquema de venda ilícita de bilhetes. Estes elementos revelam também que o líder dos Super Dragões ameaçou privar-lhes o acesso a mais ingressos, caso não marcassem presença na Assembleia Geral Extraordinária de 13 de novembro.

Veja também: Eis o primeiro negócio de Villas-Boas como presidente do FC Porto

Contudo muitos destes elementos tinham medo de bater o pé contra este esquema, o que contribuiu para que o mesmo se mantivesse e alimentasse os luxos do clã Madureira durante largos anos. Medo que se mantém até hoje, com muitos elementos das casas dos dragões a não querem ser identificados no processo Operação Bilhete Dourado, temendo ser alvo de represálias, inclusive do próprio clube. Estas testemunhas sempre viram a família Madureira como protegida de Pinto da Costa.

Entre as testemunhas estão também sócios que marcaram presença na AG do FC Porto do ano passado. O Ministério Público acredita que Catarina Madureira continuou a liderar o negócio dos bilhetes após a detenção do pai.

Veja também: O negócio milionário que o clã Madureira tinha preparado para a final da Taça

O Adeptos de Bancada já está no YouTube com vídeos imperdíveis! Vai ficar de fora? Junte-se ao nosso 11 e subscreva o nosso canal aqui!

Deixe um comentário