Nacional

Jesus resignado: “Sabemos que este jogo não nos dará a qualificação”

Jorge Jesus em conferência de imprensa de antevisão ao Spartak de Moscovo-Benfica

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Bayern de Munique, Jorge Jesus reconheceu que esta partida não será a mais importante para a qualificação do Benfica para os oitavos de final da Liga dos Campeões.

“Sabemos que este ano o Bayern vem sendo construído com um ideia de jogo muito própria, com treinadores diferentes mas matriz de jogo idêntica. Os jogadores tiram-te da frente com facilidade no um contra um e isso e é motivo para desorganizar a equipa. Sabemos que este jogo não nos dará a qualificação [para os ‘oitavos’]. No sorteio, todos colocavam o Bayern e o Barcelona nos lugares de apuramento e o Benfica ainda está a discutir o apuramento neste momento. Os jogos com o Barcelona e o Dínamo Kiev serão decisivos. Para além disso, temos de ter sorte no jogo entre Dínamo Kiev e Barcelona amanhã“, afirmou.

Veja também: Momento em que Griezmann trata Félix como uma criancinha (Vídeo)


De resto o técnico encarnado espera um jogo difícil em Munique.

Vamos ter um cenário completamente diferente da Luz. O adversário é o mesmo mas vai pôr-nos à prova defensivamente com mais situações, eles são muito fortes no 1×1, mas pronto… Vamos tentar que a equipa tenha sempre ajudas, que não se desorganize muito, frente a um adversário técnica, tática e fisicamente forte”, referiu.

Jesus explicou que o jogo da Taça da Alemanha em que os bávaros foram goleados por 5-0 também pode servir para tirar lições para o jogo de amanhã.

“O futebol tem estes momentos inesperados. O Bayern perdeu por 5-0, estando num momento muito forte, e nem o treinador consegue explicar. O Müller disse que era inexplicável, porque nunca sentiu a equipa tão perdida como naquele jogo. São coisas que acontecem no futebol. Podemos beneficiar daquilo que o Bayern não é tão forte. Explorar as saídas rápidas para poder surpreender, porque eles defendem com poucos jogadores como nós. Tentar melhorar mais em termos de duração de jogo, algo que não fizemos depois de estar a perder por 2-0 [na Luz]. O nosso balão murchou e isso não pode acontecer. Temos de jogar no máximo de tempo possível”, disse.

Veja também: Calado: “Os jogadores do Benfica são os maiores passarinhos do mundo”

Por último o treinador das águias recusa a ideia de que o Bayern facilite por estar a apenas um ponto de garantir a passagem para a próxima fase da Champions.

As equipas poderosas por muito que não estejam tão bem num jogo, o seu poder e muito para poder ter sempre qualidade superior à maior parte das equipas e não é este jogo que vai definir. Claro que se ganhássemos tínhamos possibilidade de nos apurarmos. Um treinador pensa sempre em ganhar, seja com quem for, mas sabemos a realidade dos factos. Sabemos que podemos sair do jogo com uma equipa que nos vai meter em cenários que não estamos habituados. Vai obrigar-nos a defender muito, sair de zonas de pressão que talvez não consigamos. Ainda não fomos confrontados com alguns desses cenários de jogo. Vamos ver se na pratica temos capacidade para o fazer”, concluiu.

Veja também: Jesus irritado após questão sobre o Estoril-Benfica (VÍDEO)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!