Nacional

Jesus: “Gilberto é um ‘patinho feio para os adeptos’ mas…”

Jorge Jesus em conferência de imprensa no Benfica

Após a difícil vitória diante do Tondela, Jorge Jesus considerou que as entradas de Julian Weigl e Gilberto foram muito importantes para este desfecho.

“Tiveram todo o jogo a empurrar o Benfica para o golo. O jogador sente-se importante, não tem medo de falhar e arriscar, foi fundamental para que a equipa joga-se no meio-campo do Tondela. Na primeira parte não tivemos tanta qualidade, pusemos o Tondela a correr muito atrás da bola. Disse à equipa no intervalo que na segunda parte ia ser mais fácil, que eles não iam ter velocidade para nos acompanhar, que se eles não se enervassem que íamos conseguir marcar golo. E assim foi. A equipa está muito confiante. O Grimaldo fez os 90 minutos e notou-se alguma dificuldade no final, tal como o João Mário. As alterações no onze foi para que a equipa ficasse mais levezinha. Era preciso velocidade, a entrada do Julian ia pôr a equipa a jogar mais, o Rafa ia dar velocidade, e o Gil, um patinho feio para os adeptos, tem bom critério com bola. Isto faz parte do futebol, agora tens de acreditar sempre. O Tondela fez um único remate na nossa baliza. O futebol é difícil, falar é fácil, jogá-lo é difícil e treiná-lo ainda mais”, afirmou.

Veja também: Everton oferece André Gomes para ter jogador do Benfica

-

O técnico do Benfica considera que o espírito de Eindhoven esteve presente nesta partida.

“Foi muito vitória que era muito importante para o Benfica, não só desportiva como financeiramente. Os jogadores sentem que têm qualidade para estar na Champions. Jogámos com uma equipa que era muito forte, vamos ver onde vão chegar na Liga Europa. Um teve de correr por dois e isso instalou na equipa um espírito muito forte. Eles percebem e sentem que são todos importantes. Hoje foram mais seis ou sete que jogaram e isso tem sido importante nestas vitórias“, referiu.

Veja também: Ronaldo vai ser o mais bem pago em Inglaterra mesmo com corte salarial

Por último Jesus enalteceu o arranque vitorioso dos encarnados no campeonato, onde somam um pleno de vitórias.

“É sempre importante ganhar. Estás num clube em que a pressão e os objetivos são para ganhar. Neste momento, a equipa tem feito o pleno, tem ganho todos os jogos do campeonato português, só não ganhou nas eliminatórias da Champions e isso dá-nos confiança para a pausa do campeonato. Penso que são 13 ou 14 que vão para as seleções e dá tempo para trabalhar com os outros que ficam cá”, concluiu.

Veja também: Vitória muito suada do Man. United sobre os Wolves de Lage (VÍDEO)

Deixe um comentário