Nacional

Fernando Santos reage a críticas e garante: “Ninguém vai jogar à maluca”

Fernando Santos, selecionador de Portugal

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com a Sérvia, Fernando Santos foi questionado sobre as críticas que ouviu, a propósito da exibição de Portugal diante da República da Irlanda (0-0).

Veja também: Menina conseguiu a camisola de Ronaldo mas teve um dissabor no final

Apesar das críticas, o selecionador nacional mantém a plena confiança de que a Seleção Nacional vai conseguir o apuramento direto para o Mundial 2022.


Portugal vai apurar-se amanhã e estar presente na fase final do Campeonato do Mundo. Não acho que se tenha de comparar com o Brasil. Acredito que vai acontecer o mesmo que aconteceu ao Brasil“, afirmou.

Fernando Santos não espera grandes alterações na forma de jogar dos sérvios.

Espero da equipa da Sérvia o que esperava nos outros jogos. Não espero uma postura diferente. É o sexto jogo com eles desde março de 2015. Pensam sempre em ganhar, em termos ofensivos procuram situações para fazer golo. Nos últimos jogos, é uma equipa que joga numa linha de três, laterais projetados, três médios, dois jogadores na frente. Têm jogadores com qualidade, gostam de ter a bola, de circular. Os jogadores conhecem bem. Sabemos como eles reagem quando não têm a bola. as duas equipas jogam para ganhar. Não são equipas que alterassem a sua postura. Não me parece que o pensamento possa ser jogar para o empate. As duas equipas vão tentar vencer o jogo. É isso que eu acho. Carga emocional é algo a que estamos habituados. Não é a primeira vez. Em muitos momentos das suas épocas, os jogadores têm cargas emocionais iguais. Sempre saiu bem”, frisou.

Veja também: Federação Irlandesa reage a sanção a fã que pediu camisola de Ronaldo

É importante a organização, concentração, paixão, confiança. É nesses que nos devemos centrar para sermos uma equipa forte a atacar, com capacidade de fazer golos. Devemos ser uma equipa equilibrada e forte“, acrescentou.

Bruno Fernandes tem sido um jogador que não tem conseguido apresentar na Seleção o mesmo nível que mostra no Manchester United. Contudo o selecionador nacional optou por manter o foco no mais importante.

Não tenho de avaliar o momento, qualidade individual. Tem de colocar questões aos treinadores. Estou essencialmente focado em termos uma equipa. Capacidade de organização, concentração, muita paixão, intensidade, em muitos momentos. Isso é que é importante para o jogo de amanhã”, referiu.

Veja também: Conceição em jato particular com família para festejar data especial (FOTOS)

Frente a frente estarão duas seleções que não abdicam de jogar com bola.

Portugal vai sempre impor o seu registo e a Sérvia também. Não me parece que vai ser um jogo de paciência. Nenhuma equipa vai jogar à maluca, nem a própria Sérvia que precisa de ganhar vai jogar assim. Mas a Sérvia joga sempre para ganhar. Não vai ser uma equipa completamente desequilibrada. Se se desequilibrarem, têm mais riscos a correr. Temos de ser equilibrados sem perder o foco”, concluiu.

1 comentário

  • O que ele queria dizer! “ Comigo ninguém joga à bola… o truque é aborrecer o adversário durante 90 minutos e empatar o jogo…matá-los de tédio! “

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!