Nacional

Fernando Santos deixa um sério alerta para o jogo com o Luxemburgo

Fernando Santos, selecionador nacional

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Luxemburgo, referente à qualificação para o Mundial 2022, Fernando Santos anteviu muitas dificuldades para Portugal.

Veja também: Benfica: Peixeirada em direto entre Pedro Guerra e João Malheiro (Vídeo)

O selecionador nacional relembra que os luxemburgueses já não são uma equipa tão acessível como antigamente e aponta o exemplo do jogo com a Sérvia, em que os sérvios só conseguiram criar perigo através do contra-ataque.

Será um jogo com um grau de dificuldade elevado, até pelo que visionei no encontro que realizaram sábado com a Sérvia. Foi complicado para a Sérvia. Olhando só para o resumo fica-se com uma ideia errada, porque a Sérvia teve oportunidades, mas foram em contra-atraque, em transições. A posse bola demonstra que esta equipa do Luxemburgo vem a crescer. Quando jogámos lá, há 5 meses, percebemos melhor, tivemos dificuldades no jogo durante a primeira parte, conseguimos dar a volta ao resultado, com muito empenho dos jogadores. É uma equipa muito bem estruturada. Neste jogo com a Sérvia os dois jogadores mais influentes nesta equipa do Luxemburgo não jogaram mas estarão certamente aqui amanhã. São três finais para estarmos no Campeonato do Mundo e é nisso que temos de nos concentrar. Se formos equilibrados, mantendo a capacidade ofensiva para alcançar os golos, estaremos sempre mais perto da vitória e acredito que isso vai acontecer. Não espero um Luxemburgo metido lá atrás. Não me parece que venham aqui só jogar em contra-ataque, não têm nada a perder”, afirmou.

Veja também: Ronaldo gastou 60 mil euros para trazer objeto pessoal para Manchester

Tendo em conta o facto de o Luxemburgo ser uma equipa mais capaz de jogar o jogo pelo jogo, Fernando Santos considera que esse é um fator que Portugal pode aproveitar.

Sim, pode haver mais espaço, mas acho que em muitos momentos vamos empurrar a equipa deles para trás. Eles não jogam só lá atrás, jogam em bloco organizado. No plano teórico, se jogarem mais abertos, como espero, teremos mais probabilidades”, referiu.

Quanto ao onze para amanhã, o selecionador nacional tem as escolhas bem definidas, apesar dos bons momentos registados pelo onze que alinhou na partida com o Qatar.

Tenho a equipa definida, mas foi importante o que fez a equipa no jogo com o Qatar. No final do encontro com a Irlanda tinha dito que tínhamos tido falta de equilíbrios, mas nestes últimos jogos a equipa melhorou muito. Foi importante o que fizeram, como também foi mostrarem ao selecionador que querem jogar”, considerou.

Veja também: Petição de adeptos do Benfica para tirar Pedro Guerra da BTV e da CMTV

Fernando Santos explicou ainda na principal mensagem que passou para os jogadores, tendo em conta o pouco tempo de preparação.

“Hoje é que vai ser feito esse trabalho porque ontem foi um dia de recuperação. Vamos falar das bolas paradas, porque eles trabalham bem esse aspeto. À tarde, na palestra, falarei com os jogadores para dar a conhecer também esta equipa do Luxemburgo; jogámos há pouco tempo com eles mas é bom relembrar”, disse.

Por último abordou a situação de Diogo Jota, que tem estado lesionado.

“Chegou há pouco, não falei com ele. Aumentou a intensidade, mas não treinou connosco. A probabilidade [de contar com o jogador para o encontro com o Luxemburgo] será pouca. Se tiver condições para estar no banco, tudo bem, se não tiver não vamos correr o risco. Vou falar com eles e tomarei a decisão daqui a pouco. Se não participar seguirá para Liverpool”, concluiu.

Veja também: Bruno de Carvalho aparentemente bêbedo a dar tudo na discoteca (Vídeo)

Recorde-se que o Portugal-Luxemburgo disputa-se amanhã, às 19h45.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!