Nacional

Empresário ligado ao FC Porto suspeito de suborno no jogo com o Estoril

Pinto da Costa, presidente do FC Porto

Segundo adianta o Correio da Manhã, Pedro Pinho, sócio do empresário Bruno Macedo que é arguido no processo Cartão Vermelho, terá sido o empresário denunciado por alegadamente ter combinado o resultado, com recuso a subornos, do Estoril-FC Porto, jogo que decorreu em 2018.

Veja também: A pérola da formação do Benfica que está a impressionar Jesus

Lembre-se que Pedro Pinho é o empresário que agrediu o repórter de imagem da TVI, após o Moreirense-FC Porto da temporada passada.

A mesma publicação refere que a denúncia chegou à Procuradoria-Geral da República a 21 de fevereiro e levantava suspeitas sobre a vitória portista por 1-3.

Veja também: Vieira sente-se traído e abandonado pelo Benfica: “Não assinei sozinho”

Essa queixa dava conta de um encontro entre um administrador da SAD estorilista com um empresário e um dirigente dos dragões no hotel, onde terão alegadamente combinado o resultado dos últimos 45 minutos da partida.

Recorde-se que na altura o Estoril-FC Porto foi interrompido por problemas estruturais onde se encontravam os adeptos azuis e brancos, que em pânico invadiram o relvado.

Veja também: Durou apenas 20 dias: Bruno Alves vai deixar o Famalicão

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com