Nacional

Eis como funciona o esquema dos bilhetes que deu a vida de luxo a Madureira

Fernando Madureira posa para foto pelos Super Dragões, claque afeta ao FC Porto.

A revista Sábado revelou como funciona o esquema com o qual Fernando Madureira alegadamente lucrava com a venda de bilhetes dos jogos do FC Porto.

Veja também: Reação de Sandra Madureira à prisão de Macaco dá que falar

De acordo com a mesma publicação, o esquema passava por as casas do clube eram usadas para introduzir os bilhetes no mercado negro em benefício do líder dos Super Dragões. Muitas destas casa têm moradas que nem sequer existem. Há casos em que as moradas correspondem a lojas de impressoras. Das 84 casas registadas no site azul e branco, cerca de uma dezena apresenta este tipo de morada falsificada.

-

Um antigo elemento dos Super Dragões revelou como tudo funciona, implicando Adelino Caldeira, um dos administradores da SAD.

A claque recebe bilhetes do clube, mas, como quer mais, retém todos os que consegue, inclusivamente os destinados às Casas. O Fernando Saul, que é controlado pelo Caldeira, fica com eles e distribui-os pelos candongueiros, os elementos da claque encarregados de os vender nos dias anteriores e à porta do estádio. É um negócio lucrativo“, afirmou.

Outro elemento revela que os bilhetes na posse da claque azul e branca têm vindo a aumentar.

Quem domina os bilhetes, domina a claque. No FC Porto, o número de bilhetes para a claque tem vindo a aumentar, três, quatro ou cinco mil por jogo e esse poder está centralizado no líder. Ele fornece bilhetes a quem entende. As pessoas depois ficam a dever-lhe favores“, referiu.

Veja também: Árbitro do Vizela-Benfica acusado de provocar Di Maria (VÍDEO)

Um presidente de uma das casas do FC Porto em Aveiro revela que recebem muitos menos bilhetes do que os que solicitam previamente.

É-nos aprovado um certo número de bilhetes e quando os vamos levantar recebemos significativamente menos da parte do OLA Fernando Saul, que é quem gere a distribuição. Depois esses bilhetes são vendidos à porta do estádio pela claque“, disse.

José Rola, presidente da Casa da Afurada, diz que os dirigentes do FC Porto estão cientes deste esquema.

Já fizemos queixas por escrito, tivemos reuniões com o Vítor Baía e com o Alípio Jorge [responsável do FC Porto pelas Casa], e eles empurram o problema e ninguém resolve nada“, lamentou.

Suspeita-se que este esquema alimentou a vida de luxo que Fernando Madureira e a sua família levavam, ao ponto de terem três carros de luxo à porta da sua casa e ainda de estarem a construir uma mansão de luxo de dois milhões de euros, numa das zonas mais nobres de Vila Nova de Gaia.

Veja também: Reação de Pinto da Costa à detenção de Fernando Madureira dá que falar

O clube é o principal prejudicado. A título de comparação, o FC Porto teve uma média de assistências superior à do Sporting, mas os leões geraram 19,6 milhões de euros de receitas de bilhéticas contra 12 milhões de euros dos dragões.

O Adeptos de Bancada já está no YouTube com vídeos imperdíveis! Vai ficar de fora? Junte-se ao nosso 11 e subscreva o nosso canal aqui!

Deixe um comentário