Nacional

Bernardo Silva e Rúben Dias: O clube do coração e a referência Rui Costa

Bernardo Silva e Rúben Dias na gala das Quinas de Ouro.

Bernardo Silva e Rúben Dias foram esta noite distinguidos na gala das Quinas de Ouro, pela conquista da Liga dos Campeões ao serviço do Manchester City.

Veja também: A reação dura de Ronaldo a Paim que exigiu a sua Bola de Ouro

O médio foi o primeiro a falar, confessando-se feliz pela distinção e apontou Rui Costa como uma das suas referências.

... -

“Boa noite, muito feliz por receber este prémio. Aos mais jovens, o conselho que dou sempre é para se divertirem. É a nossa paixão, quando joguem futebol, divirtam-se, aproveitem. É a forma de cumprirmos os nossos sonhos e assim é melhor. Referências? Tive bastantes. Uma delas, e nunca escondi, está presente aqui, foi o Rui Costa. Jogava na mesma posição que eu, mesmo clube, na seleção. Foi inspiração para mim, seguir os passos dele e atingir o meu sucesso“, afirmou.

Já o central deixou um conselho para os meninos e meninas que queiram perseguir o sonho de se tornarem futebolistas.

“Tal como o Bernardo disse, é um momento especial. A vida é feita de sonhos, que são a nossa maior motivação. Eu focaria-me na palavra persistência. O próprio Bernardo acabou por referir: é ver os anos a passar e questionar-me se algum dia ia ter uma oportunidade. Todos nós nas nossas vidas, enquanto jovens e adultos, em algum momento duvidamos e questionamo-nos se algum dia vamos mesmo alcançar o que queremos. Persistência e a própria consistência de acreditar no que fazemos e no nosso sonho acaba por ser o que nos alimenta. Seria esse o meu conselho“, referiu.

Veja também: O golaço de Francisco Conceição pela Seleção Sub-21 (VÍDEO)

Rúben Dias respondeu à pergunta dos meninos em palco, que queriam saber quais eram os seus sonhos quando tinham a sua idade.

“Acaba por ser uma pergunta complexa, mas eram os mesmos de qualquer miúdo que começa a jogar futebol: ter um dia uma oportunidade pelo teu clube de sonho e coração, como foi o meu caso, e um dia ganhar uma Champions. Mas mais importante realçar o modo de vida, tudo o que está por trás. Aquilo que não se vê. É respirar futebol, ter a minha vida baseada na minha grande paixão”, concluiu.

O Adeptos de Bancada já está no YouTube com vídeos imperdíveis! Vai ficar de fora? Junte-se ao nosso 11 e subscreva o nosso canal aqui!

Deixe um comentário