NacionalVídeos

VÍDEO: Bruno Lage esclarece polémica com Gabriel

Após a derrota do Benfica diante do FC Porto, Bruno Lage manifestou o seu agrado com a exibição dos encarnados.

“Vínhamos com o objetivo de vencer, foi pena. Fizemos em termos ofensivos tudo o que tínhamos para fazer e acreditámos sempre. Após o 1º golo, a equipa parte para uma exibição muito boa, chega com muita qualidade ao 2º golo. Mas por muito que preparemos estas situações, sabemos o poderio do Marega a atacar a profundidade, preparámos isso ao máximo mas mesmo assim a bola conseguiu lá entrar e a oportunidade foi criada para o 3º golo.

Fizemos uma 2ª parte com personalidade, que era o que tínhamos de fazer. Esquecer o resultado, ir para o jogo, porque primeiro tínhamos de colocar o jogo num ritmo muito alto. Ter bola, sem medo de a ter, continuar a jogar, fizemos logo o 3-2 e depois, em função daquilo que foi o resultado, podíamos ter feito mais um golo. Há uma grande oportunidade de Seferovic, há um remate de Chiquinho, podíamos tentar arriscar colocando homens na frente, com jogo mais direto, aproveitar a 2ª bola para jogar na largura… sabemos que a intenção do FC Porto era continuar a pressionar e condicionar ao máximo o nosso jogo. Por isso, fica um pouco a nossa vontade de jogar, pena como sofremos os três golos.”, afirmou na flash interview da Sport TV.

Veja também: VÍDEO: A bonita dedicatória de Sérgio Conceição após o FC Porto-Benfica

Lage explicou o que correu menos bem no relvado do Dragão. “Olhando para os nossos dois golos, fomos várias vezes aos corredores, tivemos gente a entrar entre defesas, procurar a profundidade… sabemos que o FC Porto defende muito bem o cruzamento. Tínhamos de fazer os cruzamentos que fizemos, quer no 1º golo quer pela oportunidade do Seferovic. Ou por trás, ou pela frente da linha defensiva… pelo ar, eles são muito fortes nesse aspeto. Era isso que tínhamos de abanar. Sentíamos que a pressão ia ser alta e tínhamos de fazer muita circulação, por dentro, por fora, receber a bola muito atrás dos dois médios que saem na pressão, procurar a profundidade. Foi o que tentámos fazer. Por isso digo, em termos ofensivos estivemos muito bem, fizemos o que nós pedimos. A maneira como sofremos os golos penaliza-nos o resultado”, referiu.

Veja também: VÍDEO: O momento em que Lage invade campo e Conceição reagiu assim

Apesar de a vantagem agora ser de quatro pontos, a postura das águias será a mesma.

Estou há 13 meses à frente do Benfica, estamos sempre em estado de alerta máximo. Nunca relaxamos, a nossa motivação é sempre vencer jogos. Olhar para o jogo, perceber como temos de jogar e vencer. E é com esse estado de alerta que vamos a Famalicão, jogar bem, fazer um bom jogo para atingir a final da Taça“, disse.

Veja o vídeo abaixo.

A polémica com Gabriel

Já em conferência Lage aproveitou para esclarecer a polémica em torno de Gabriel. O treinador desmentiu qualquer problema com o médio, algo que tem vindo a ser noticiado com insistência.

“Está tudo bem com o Gabriel. Passou o dia de hoje a fazer exames, não ficou no hospital, o que é uma boa notícia. Primeiro, temos de perceber onde estamos e o que queremos para o futebol e para a sociedade. Depois do último jogo até ao de hoje, fazerem-se determinados comentários sobre situações que não aconteceram é puramente ridículo. Tanta barbaridade que foi dita… Vão perceber o que se passou, e numa próxima oportunidade vão ter mais calma para dizerem coisas mais reais. Temos de perceber o que queremos e que chega a um momento em que não vale tudo“, começou por dizer.

Veja também: VÍDEO: Georgina encanta ao dançar um tango e deixa Ronaldo derretido

“Quando entendem que um treinador do Benfica castigou o Gabriel num jogo tão importante… Um jogador que tem sempre uma atitude tremenda, que já se lesionou em campo… Por um jogo não ter corrido tão bem, por não ter comido a sandes de courato e do Sumol com a equipa… Vocês não sabem se o jantar é obrigatório, ou o que se passou no lance em que fez o golo [frente ao Famalicão]… Está a valer tudo, mas temos de ter calma. Queríamos vencer o jogo mas o nosso dia-a-dia é de muito profissionalismo. Direi a verdade. Quiseram fazer um caso, como quiseram fazer com o Jonas” acrescentou, para depois concluir:

“Independentemente do resultado, não pode valer tudo. Enquanto estiver aqui vou entrar e sair com a mesma postura”.

Veja também: Messi pode deixar o Barcelona e juntar-se a Ronaldo na Juventus no final da época

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!