Nacional

Pinto da Costa ataca Pedro Guerra: ‘Anda a fugir ao tribunal’

Pinto da Costa, presidente do FC Porto

Pinto da Costa esteve esta manhã no Tribunal do Bolhão, onde prestou declarações no âmbito do processo movido pelo FC Porto contra Pedro Guerra.

Veja também: O gesto de Conceição que impediu família de ir viver para a rua

Em causa estão as declarações do comentador afeto ao Benfica, que referiu que os dragões sabiam antecipadamente as nomeações dos árbitros, bem antes de serem do conhecimento público.

... -

O presidente do FC Porto reagiu à ausência de Pedro Guerra da sessão de hoje.

Sinto-me incomodado com tudo neste processo, porque é realmente uma vergonha. O Sr. Pedro Guerra falta ao Tribunal. Na última sessão enviou um e-mail ao Tribunal à meia-noite a dizer que estava doente e no dia seguinte, ou no próprio dia, apareceu na televisão a falar como se nada fosse. Hoje, também parece que também não apareceu. Doente não deve estar, porque há fotos dele num jantar com o Dr. Luís Filipe Meneses em Lisboa e estava com grande animação e bom aspeto. Portanto, é lamentável. Quando as pessoas têm de reconhecer os seus erros, é uma coisa. Quando difamam, quando mentem, quando dizem como ele disse, perentoriamente, que tinha a certeza e agora não vem mostrar o que tem para justificar essa certeza tão certa, é lamentável. Mas espero que seja feita à justiça“, afirmou.

Veja também: Gesto de Chiquinho no mercado deixa adeptos do Benfica rendidos

Questionado sobre se o antigo diretor de conteúdos tinha medo de o encontrar, Pinto da Costa descarta essa ideia.

Não é não me encontrar. É uma tentativa de não vir a Tribunal. Qual é o problema de me encontrar? Eu não o conheço pessoalmente, portanto, não tinha contacto com ele. E se ele tivesse medo de alguma coisa, trazia a segurança ou pedia à PSP, que está sempre com rigor a defender as pessoas que possam estar perigo – o que é ridículo pensar isso. Ele não anda a fugir de mim. Ele anda é a fugir do Tribunal“, referiu.

Por último, Pinto da Costa já sabe o destino a dar à indemnização, caso Pedro Guerra venha a ser condenado.

“Não há entendimento. Qualquer indemnização que venha será para uma instituição de caridade. Até digo concretamente: será para o Coração da Cidade. Não pus esta ação para fins lucrativos ou pessoais. É apenas para que pessoas como essas possam, com tanta certeza, deixar de dizer mentiras que difamam o FC Porto, o Conselho de Arbitragem e os próprios árbitros”, apontou, frisando que Pedro Guerra “fez aquilo apenas para pressionar os árbitros”.

Veja também: Ex-jogador do FC Porto desaparecido após sismo violento na Turquia

1 comentário

  • É um cobarde este Pedro Guerra só tem garganta paleio conversa de vigarista nos canais quando é chamado para ir a julgamento mete o RABO entre as pernas e finge de estar doente com AMNÉSIA paranoico é assim como os outros da SAD Benfica são uma organização rede poderosa com muita força no futebol português.

Deixe um comentário