Nacional

O dia em que Ronaldo eliminou o FC Porto à BOMBA (VÍDEO)

Cristiano Ronaldo marca golaço do FC Porto pelo Manchester United

Cristiano Ronaldo conta 12 jogos com equipas portuguesas na Liga dos Campeões em futebol, nos quais marcou quatro golos, três ao ‘seu’ Sporting e um ao FC Porto, que eliminou com um ‘golaço’ em pleno Dragão.

Veja também: O bate-boca de Otávio com adepto do Benfica que desejou a sua morte (FOTO)

Há mais de uma década, em 15 de abril de 2009, o então ‘7’ do Manchester United qualificou o Manchester United para as meias-finais da ‘Champions’ com um ‘tiro’ muito longe da baliza portista, que Helton não podia parar, num golo que viria a ser considerado o melhor do ano, valendo o Prémio Puskas.

Veja também: Luís Figo de LUTO após a morte da sua mãe Maria Joana

Ainda não vi a repetição, mas creio que foi um grande golo“, afirmou Ronaldo, no final do encontro, que decidiu logo aos seis minutos, afastando da prova o FC Porto, que tinha conseguido um empate a dois golos em Old Trafford.

Com esse golo, o internacional português conseguiu também ‘vingar’ a eliminação face aos portistas nos oitavos da edição de 2003/04, que viria a ser conquistada precisamente pela formação lusa, comandada por José Mourinho.

Nesse duelo, Ronaldo, que cumpria a primeira época nos ‘red devils’, praticamente não jogou: entrou aos 76 minutos no Dragão e, em Old Trafford, só jogou oito minutos, pois substituiu Darren Fletcher aos 75, mas saiu lesionado aos 83.

O FC Porto venceu em casa por 2-1, com ‘bis’ de McCarthy, e empatou 1-1 em Inglaterra, onde, com 1-0, o árbitro anulou muito mal o que seria o 2-0 – como lamentou Alex Ferguson, lembrando que “estavam três jogadores do FC Porto a colocar Scholes em jogo” -, antes de Costinha apontar o 1-1 final, aos 90 minutos.

Veja também: Super Dragões deixam nova tarja no centro de treinos do FC Porto (FOTO)

Melhor do que face aos ‘dragões’, é o registo com o Sporting, que bateu por quatro vezes, em quatro jogos, sempre na fase de grupos, dois pelo Manchester United e outros tantos pelo Real Madrid, e marcou três golos, todos eles decisivos.

Em 2007/08, marcou o golo da vitória no regresso a Alvalade, aos 62 minutos, antes de sair ovacionado, aos 85, mostrando-se “orgulhoso” pela forma como foi recebido, e, em Old Trafford, resolveu (2-1) de livre direto, aos 90+2.

Quase uma década depois, em 2016/17, já pelo Real Madrid, voltou a ‘estragar os planos’ do Sporting, com novo livre direto, no Bernabéu, este aos 89 minutos, e numa altura em que o ‘onze’ de Jorge Jesus vencia. Morata ainda fez o 2-1 nos descontos.

Veja também: O miminho de Ronaldo para Georgina no Dia dos Namorados (FOTO)

Na segunda mão, em Alvalade, ficou pela primeira vez em ‘branco’ face aos ‘leões’, mas, ainda assim, o Real Madrid venceu por 2-1, com tentos de Varane e Karim Benzema, este aos 87 minutos, depois de Adrien empatar de penálti, aos 80.

Se face ao FC Porto e ao Sporting, Ronaldo marcou, frente ao Benfica, nos ‘mesmos’ quatro jogos, ficou sempre em ‘branco’, num total de 337 minutos – neste particular, também está ao ‘lado’ de Messi, que já marcou a ‘dragões’ e ‘leões’, mas não às ‘águias’.

Em 2005/06, esteve os 90 minutos no triunfo por 2-1 face aos ‘encarnados’ em Old Trafford, onde decidiu Ruud van Nistelrooy, aos 85, depois de, aos 59, Simão anular uma primeira vantagem conseguida por Ryan Giggs, aos 39.

Na Luz, num jogo que era determinante para as duas equipas, o ‘filme’ foi bem diferente: Scholes adiantou os ingleses, logo aos seis minutos, mas o Benfica deu a volta ainda na primeira parte, com tentos de Giovanni, aos 16, e Beto, aos 34.

Veja também: O golaço em vólei de Bruno Fernandes frente ao West Brom (VÍDEO)

O conjunto de Ronald Koeman, atual treinador do FC Barcelona, seguiu, assim, para os ‘oitavos’, enquanto o Manchester United perdeu e foi eliminado, com Ronaldo a ser substituído aos 67 minutos e a fazer um gesto obsceno para os adeptos do Benfica, que lhe custou um castigo de um jogo.

Na época seguinte, os dois clubes voltaram a encontrar-se na fase de grupos, mas, desta vez, o United foi implacável, vencendo na Luz por 1-0 e em casa por 3-1, mas sem qualquer golo de Cristiano Ronaldo, que esteve os 180 minutos em campo.

Em Portugal, decidiu Louis Saha, que também marcou em Inglaterra, tal como Vidic e Giggs, depois do lateral direito Nélson dar vantagem aos portugueses, aos 27 minutos.

Veja também: 8M€: Ronaldo vai ter o Bugatti mais exclusivo do mundo (FOTOS)

O encontro entre o FC Porto e a Juventus, de Cristiano Ronaldo, que deverá cumprir o 13.º embate face a conjuntos portugueses, está marcado para as 20:00 de quarta-feira, no Estádio do Dragão, no Porto, e conta para a primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

Fonte: LUSA

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com