Nacional

Fernando Santos vai deixar a Seleção e já há possíveis sucessores

Fernando Santos técnico que orienta a Seleção Nacional

Segundo adianta o diário desportivo A Bola, Fernando Santos vai deixar o comando técnico da Seleção Nacional. Apesar de ter contrato até 2024, a rescisão com a Federação Portuguesa de Futebol deverá ser feita de forma amigável, colocando assim um ponto final num reinado que dura desde 2014.

Veja também: Quem é Ricardo Regufe, o inseparável melhor amigo de Ronaldo?

Não há pressas para acertar a desvinculação. No entanto, de acordo com a mesma publicação, o vínculo entre Fernando Santos e a FPF é mais complexo do que se possa pensar, uma vez que o selecionador nacional e a sua equipa técnica aufere os seus vencimentos através da Femcosa, empresa de Fernando Santos.

Quanto a possíveis sucessores, estes poderão ser estrangeiros ou portugueses. Nenhum deles poderia acumular dois cargos, ou seja, treinar um clube e a Seleção Nacional. Neste sentido José Mourinho (Roma, Itália), Jorge Jesus (Fenerbahçe, Turquia), Abel Ferreira (Palmeiras, Brasil), Jesualdo Ferreira (Zamalek, Egito), Leonardo Jardim (Shabab Al Ahli, Emirados Árabes Unidos), Pedro Martins (Al Gharafa, Catar) ou Rui Vitória (selecionador do Egito), técnicos avançados como possíveis hipóteses, teriam de rescindir os respetivos contratos.

Veja também: Marroquino atira água a Ronaldo e quase acaba agredido por adeptos (Vídeo)

Bruno Lage, André Villas-Boas, Paulo Bento e Carlos Queiroz encontram-se livres e são soluções facilmente concretizáveis. Rui Jorge, selecionador dos sub-21, também é hipótese.

Deixe uma resposta