Nacional

As alegadas transferências ilegais entre Benfica e Aves

A investigação do jornal Público dá conta de uma relação de subalternidade do Aves em relação ao Benfica e isso é visível nas transferências entre os clubes.

Veja também: FOTO: Ronaldo derretido com abraço apertado de Eva e Alana

Os avenses chegaram a dever dois milhões de euros aos encarnados. O saldo dessa conta é desfavorável para o Aves em 800 mil euros.


A investigação do jornal partiu da transferência de Luquinhas. O Benfica comprou o jogador ao Vilafranquense, para de seguida transferi-lo um mês depois para o Aves. As águias salvaguardaram 50 por cento dos direitos económicos numa eventual transferência do jogador.

Veja também: FOTOS: A prenda de aniversário milionária de Georgina para a sua irmã

Contudo havia uma cláusula em que, caso essa transferência fosse feita para o FC Porto ou Sporting, o Aves teria de pagar cinco milhões de euros ao Benfica. O emblema da Luz assegurou também a preferência sobre o destino de Luquinhas caso se transferisse e a compra do jogador até 2021 por 100 mil euros.

Veja também: Georgina revela a grande confusão de Alana no aniversário dos gémeos

O Público garante que esta não foi a única transferência feita entre os dois clubes nestes moldes. Carlos Ponck, Hamdou, Derley e Ricardo Mangas foram os outros negócios.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!