Internacional

Wenger recorda o acordo falhado por Ronaldo: “Almocei com ele e a mãe”

Cristiano Ronaldo na partida da Juventus com o Lyon

Arsène Wenger voltou a falar sobre o dia em que esteve perto de contratar Cristiano Ronaldo para o Arsenal.

“Não foi só um jogador, foram 50! Mas o que está mais perto desse ‘título’ é o Cristiano Ronaldo, quando ele assinou pelo Manchester United“, começou por dizer em entrevista ao jornal britânico The Guardian.

Veja também: Jovem jogador da França conseguiu a camisola de Ronaldo: “Não a lavo”

Wenger revela que o Arsenal já tinha tudo acertado com goleador luso, que até já tinha a camisola do clube. No entanto o Manchester United estragou-lhe os planos.

“Tínhamos um acordo com o Sporting e o Manchester United tinha o Carlos Queiroz como treinador adjunto, e eles ultrapassaram a nossa oferta rapidamente e levaram Ronaldo. Mas nós tínhamos praticamente um acordo. Ele tinha a camisola do Arsenal, almocei com ele e com a mãe no centro de treinos“, referiu.

Veja também: Georgina deixa mensagem curiosa à boleia do Bugatti de Ronaldo (FOTO)

No entanto o astro português acabaria no Manchester United.

Deixe uma resposta