Nacional

Vieira usa imóveis do filho para escapar à prisão domiciliária

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, e o filho Tiago Vieira

Segundo adianta o Correio da Manhã, Luís Filipe Vieira adotou uma nova estratégia por forma a conseguir pagar a sua caução, no âmbito do processo Cartão Vermelho.

Veja também: Depois de ‘roubar’ ao FC Porto, Mourinho tenta desviar alvo do Benfica

Depois de ver a proposta inicial rejeitada pelo juiz Carlos Alexandre, o antigo presidente do Benfica vai agora propor a entrega de imóveis em nome de empresas do universo do filho Tiago, para assim deixar de estar em regime de prisão domiciliária.

Recorde-se que a primeira proposta de Vieira incluía ações do Benfica que na 5ª feira valiam três milhões de euros e dois imóveis no valor de 1,2 milhões de euros e 400 mil euros respetivamente.

Veja também: Benfica define alvo para colmatar saída de Grimaldo

A ideia do ex-líder das águias era pagar a sua caução mas também a do próprio filho

No entanto o juiz Carlos Alexandre rejeitou as ações dos encarnados, considerando que as mesmas poderia desvalorizar a qualquer momento.

Veja também: “Fizeram-me isto”: Rui Costa comenta reação de Vieira à sucessão

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!