Nacional

Varandas passou ao ataque após o Sporting-FC Porto (VÍDEO)

Presidente do Sporting Frederico Varandas

Após a vitória do Sporting na meia-final da Taça da Liga diante do FC Porto, Frederico Varandas foi à conferência de imprensa colocar os pontos nos “is” no que diz respeito à polémica em torno dos resultados dos testes à Covid-19 de Nuno Mendes e Andraz Sporar.

Veja também: Ronaldo defendeu jovem gozado por falar português e agora tem sucesso (VÍDEO)

O Sporting segue escrupulosamente o protocolo acordado pela Liga, que por sua vez foi com a DGS, o Sporting vai mais além e faz testes diários de controlo antigénio. Pela primeira vez, desde agosto, que os resultados não bateram certo com os testes PCR. Recebemos a notificação e os jogadores [Nuno Mendes e Andraz Sporar] ficaram privados da sua utilização frente ao Rio Ave. Os jogadores fizeram mais dois testes, mais dois de antigénios e deram sempre negativos. Eu sou médico e posso afirmar que os jogadores não têm covid. Entrámos em contacto com o laboratório Unilabs, foi enviada toda a documentação e o próprio diretor clínico afirmou que se tratavam de falsos positivos e mostrou-se disponível para enviar a documentação. Numa amostra de 30 testes, o Sporting teve dois positivos… é muito azar. Quando falamos com o diretor clínico do laboratório, a possibilidade de 1% quer dizer que em cada 100 testes existe, pelo menos, um falso positivo. Consequência disso, frente ao Rio Ave, fomos privados de usar os dois jogadores”, afirmou.

Veja também: “Rejeitámos a contratação de Ronaldo e não me arrependo”

No entanto Nuno Mendes não estava sequer inseridos no SINAVE, pelo que Varandas entende que poderia ter sido utilizado na partida com o Rio Ave.

“Para espanto meu, no dia seguinte de manhã, já com a informação de todos os testes documentados, com o e-mail do diretor clínico onde afirma que os jogadores tiveram dois testes falsos, remetemos toda a documentação e a Autoridade Regional de Saúde [ARS] autorizou a utilização dos jogadores. Com o número de casos a aumentar, é normal que hajam mais falsos positivos. Mas, dentro de muitos azares, existem coisas estranhas também. A delegada da ARS quando vai para liberar os jogadores do SINAVE (Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica), deteta que o Nuno Mendes nem sequer teve inserido no SINAVE. Por isso, nunca houve razão nenhuma para Nuno Mendes não ter sido convocado para o jogo com o Rio Ave, ao contrário de Sporar que tinha sido registado”, referiu.

Veja também: Conceição arrasador aponta o dedo ao árbitro após derrota com o Sporting (VÍDEO)

Contudo a DGS exigiu a correção dos documentos do Unilabs que autorizariam a utilização dos jogadores no clássico diante dos dragões. Algo que ainda não aconteceu.

“A ARS assumiu que o caso foi muito estranho, mas pronto, aconteceu. Temos provas documentais de que isto aconteceu, de que Nuno Mendes não estava inserido no SINAVE. Posto isto, a própria ARS liberta o Sporar e temos a notificação de que os jogadores podem treinar e jogar. Acontece que, a partir de hoje de manhã, o documento que era necessário, onde o laboratório afirmava que falsos positivos, já não chegava para a DGS. Queriam que o laboratório emitisse um documento onde tivesse escrito que tinha havia um erro. A DGS enviou então um email a pedir para mudar o conteúdo, a palavra, de falso positivo para erro. Até agora a resposta não chegou. O jogo já decorreu“, disse.

Veja também: Benfica já decidiu se vai a jogo contra o SC Braga – ÚLTIMA HORA

Por último Varandas garantiu que o Sporting irá apresentar queixa contra o diretor clínico da Unilabs junto da Ordem dos Médicos.

“No meio disto há só um pormenor que eu não tolero e nem admito. Podem dizer que o Sporting joga mal ou que joga pouco, mas há uma coisa que não admito: porem em causa a honestidade do corpo clínico e dos médicos que trabalham no Sporting. Vamos fazer uma queixa na Ordem dos Médicos do diretor clínico da Unilabs que, infelizmente, li eu que disse que não havia problema nenhum e que nem sequer tinha sido contactado. Pena que temos um e-mail às 17 horas de hoje desse mesmo senhor. Volto a dizer, eu não negoceio valores, sejam presidentes, colegas, seja quem com for. Por fim, que já é tarde, vou abandonar este patético mundo de Covid, porque dentro de poucas horas vou entrar num banco durante 24 horas para tratar doentes de Covid reais“, concluiu.

Veja o momento no vídeo abaixo.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!