Nacional

“Um dia contarei o que me foi oferecido para continuar no Benfica”

Rui Gomes da Silva, candidato à presidência do Benfica

Rui Gomes da Silva pronunciou-se sobre a sua passagem pelo Benfica, onde exerceu o cargo de vice-presidente no reinado de Luís Filipe Vieira.

Veja também: Bruno de Carvalho lembra noite louca com farpa ao Benfica e a Jesus

O antigo dirigente encarnado e candidato às eleições do ano passado refere estar de consciência tranquila, quando decidiu abandonar o clube, em discordância com a gestão de Vieira.

Gomes da Silva confirma que o antigo presidente do Benfica tentou que mudasse de ideias e continuasse a seu lado e até lhe ofereceu condições nesse sentido. Contudo houve algo que Gomes da Silva queria, mas que Vieira não se mostrou disponível a oferecer.

Um dia contarei o que me foi oferecido para lá continuar, com uma única exceção. É a única coisa que não me davam foi o que eu queria“, afirmou.

Veja também: Ricardo Araújo Pereira: “Com a camisola do Benfica Rui Costa foi extraordinário mas com a gravata…”

O resto davam-me tudo. E eu não quis por uma razão muito simples que é ficar de bem com a minha consciência. Prefiro ter concorrido em 2020 com o programa que concorrido do que aceitar ser mais um só para ir aos jogos ou para viajar. Não quero, nunca quis. Sei bem o que queria e a razão“, acrescentou.

De resto, Gomes da Silva não se mostra propriamente convencido com o rumo que o clube está a tomar

O caminho que está a ser seguido vai ser um caminho, possivelmente, de seguir multidão e chegar a lado nenhum“, concluiu.

Veja também: Bruno de Carvalho aparentemente bêbedo a dar tudo na discoteca (Vídeo)

2 comentários

  • Estou de acordo. O Vieira é um homem de trapalhadas, aldrabices e apenas pensa no seu bolso e carteira. É capaz de tudo para se manter e dirigir. O Benfica deve ter ficado sem muitos milhões com ele.
    Gomes da Silva parece ser sério, mas foi ingénuo ao não ter abandonado mais cedo e ter posto os podres de Vieira a nu.
    Quanto ao futuro, concordo que o Benfica não vai a lado algum com Rui Costa. Não é quem quer que é líder, mas quem nasce com esse dom. Rui Costa não tem fibra, visão e jeito para ser presidente.
    Além do mais, está comprometido com 13 anos de Vieirismo, não esquecer que era o nº 2. Deve ter visto muito e nunca disse uma palavra, por isso é que o Vieira o tratava por seu substituto natural, o seu delfim. Ser bom jogador não quer dizer bom gestor.

  • aprecio muito o humurista Ricardo Araujo Pereira, aprecio igualmente a sua postura como pessoa interventiva no panorama nacional a todos os titulos, mas nem sempre podemos estar do mesmo lado.
    Eu apoio o Rui Costa, não porque tenha sido um eximio passador e generoso passador de bolas aos colegas que faziam os golos, nãp pela gravata, mas sim porque convictamente acredito no projecto já ha 20 anos iniciado, e com isto quero dizer que estou a escolher um projecto, um clube com 51% da SAD e não um projecto para dar passos a retaguarda, entregando a gestão do maior clube portugues a aspirantes a diretores, claro sem ofensa a dignidade dos intervenientes ilustres benfiquistas, que pouco ou nada parecem saber como se gere nos dias de hoje um clube com a dimensão do glorioso.
    As ideias são todas boas, disso eu não duvido, mas será que serão suficientes para depois passar aos actos.
    Num clube como o benfica faz sempre falta os que lutem para que exista maior democraticidade e independencia, não sendo para isso preciso estar nos gabinetes do poder, seão isto torna-se parecido com a politica, todos tem razão mas ninguem faz melhor que ninguem.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!