Nacional

Treinador do Tondela acusa FC Porto de influenciar a arbitragem

FC Porto festejam golo ao Gil Vicente

Na conferência de antevisão ao jogo da 4ª eliminatória da Taça de Portugal com o FC Porto, Pako Ayestarán, treinador do Tondela, voltou a falar do jogo entre ambas as equipas para o campeonato.

“Nós não fomos derrotados pelas decisões do árbitro. Perdemos porque o Porto esteve por cima em grande parte do jogo, mas creio que houve momentos em que a influência sobre o árbitro é excessiva“, afirmou, esperando que Fábio Veríssimo “cumpra a sua função” no jogo da Taça.

Veja também: “Acabou-se o debate Ronaldo-Messi. Um aparece o outro não” (VÍDEO)

Todos sabemos que apitar no Dragão não é a mesma coisa que apitar no João Cardoso. Tal como é diferente apitar no Bernabéu ou no estádio do Levante”, acrescentou.

Ayestarán refere que “os árbitros têm que ter em conta” que “equipas como o FC Porto já têm vantagem suficiente”.

O árbitro deve apitar, os jogadores devem jogar e o banco deve dirigir o jogo e animar a sua equipa. O estádio estava vazio, mas, por vezes, dava-me a entender que estava cheio tal era o barulho que vinha do banco do Porto“, concluiu.

Veja também: Revelado diálogo dos árbitros no PSG-Basaksehir: “O negro está ali”

Deixe uma resposta


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/adeptosdebancada/public_html/webanalyze/firewall/firewall.php on line 62