Nacional

Sporting revoltado arrasa arbitragem do clássico com o FC Porto (VÍDEO)

Momento da expulsão de Toni Martínez no Sporting-FC Porto

O clássico entre Sporting e FC Porto terminou empatado a uma bola, mas pelos vistos ainda mexe. Segundo adianta o diário desportivo Record, a direção liderada por Frederico Varandas ficou revoltada com o desempenho da equipa de arbitragem no clássico.

Veja também: Ex-jogador da Juventus critica Ronaldo após a estreia pelo Man. United

Os leões criticam o critério disciplinar do árbitro Nuno Almeida, a falta de ação de João Pinheiro e o tempo de compensação concedido, que consideram ter sido escasso.

A revolta do Sporting prende-se sobretudo com dois lances, que tiveram Sebastián Coates como principal vítima.

Os verde e brancos consideram que ficou por marcar uma grande penalidade e um vermelho por mostrar aos 32 minutos, após uma agressão de Pepe ao central uruguaio.

Veja também: Deixou o Benfica após um ano e atira: “Não foi como tinha imaginado”

Aos 48 minutos, o Sporting considera que Coates foi empurrado por Mehdi Taremi, com o iraniano a escapar à ação disciplinar.

O emblema de Alvalade compara este lance àquele em que Jovane Cabral atinge com a mão no rosto de Otávio, aos 51 minutos, onde foi admoestado com o cartão amarelo.

Veja também: Mourinho vai à loucura com golo da vitória nos descontos (VÍDEO)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!