Nacional

Rui Costa reage a acusações de envolvimento no caso Cartão Vermelho

Rui Costa, o novo presidente do Benfica

Rui Costa concedeu uma entrevista à BTV, onde abordou alguns temas quentes antes das eleições do Benfica, agendadas para o próximo dia 9 de outubro.

Veja também: Renato Sanches manda cueca e ainda ficou a rir do adversário (VÍDEO)

Um desses temas foi a continuidade de Domingos Soares de Oliveira no cargo de administrador financeiro da SAD encarnada. Recorde-se que a saída do dirigente foi dado como certa, tendo-se até falado de uma indemnização.

Houve tanta polémica à volta da SAD, mas não se pode pôr tudo no mesmo saco. Domingos Soares de Oliveira contribuiu muito para o sucesso das contas dos últimos anos. Se depender de mim, conto com ele“, afirmou.

Veja também: Bernardo Silva deixou meia equipa do Liverpool a cheirar a bola (VÍDEO)

Sobre o seu envolvimento no caso Cartão Vermelho, Rui Costa foi claro, assegurando que não irá demitir-se das suas responsabilidade e recordando que até agora nunca foi chamado pelas autoridades.

Eu assumirei sempre as minhas responsabilidades nos meus pelouros, quer sejam eles de desportivos ou de gestão. Não posso é assumir por coisas que não tenho responsabilidade. Mas aqui tenho de ressalvar que ainda ninguém foi acusado de nada e até prova em contrário temos que esperar. Depois será o Ministério Público e a Polícia Judiciária a divulgar a minha responsabilidade. Até hoje o meu nome não foi tido nem achado e por alguma razão será. Volto a frisar: Nunca vou fugir às minhas responsabilidades objetivas, mas não posso assumir por coisas que não tenho responsabilidade”, referiu.

Veja também: Ronaldo e a mulher de Semedo: “Nada pode apagar a dor do meu irmão”

Por último Rui Costa pronunciou-se sobre as acusações de Francisco Benítez que avançou com a possibilidade de aparecerem outros processos judiciais semelhantes com a eleição do dirigente das águias.

Eu temo é que estes processos atuais se alonguem no tempo. Porque esteja quem estiver na presidência do Benfica vai ter de suportar estes processos em curso. Daqui para a frente, se há coisa que não pretendo é que o Benfica tenha processo desta ordem. Não quero estar nesta situação nem pessoalmente, nem incluir o Benfica. Para mim, o presidente os órgãos sociais do clube são como um árbitro no jogo: só se fala quando corre mal. A minha direção não será uma feira de vaidades, vamos deixar as parangonas para o Benfica“, concluiu.

Veja também: Comentador inglês condena gesto de Ronaldo após o Man. United-Everton

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!