Nacional

Rui Costa presidente do Benfica após caso Cartão Vermelho – Última Hora

Rui Costa, administrador da SAD do Benfica

O vice-presidente Rui Costa assumiu a presidência do Benfica, depois de o presidente Luís Filipe Vieira ter suspendido o mandato, por estar a ser investigado no processo ‘cartão vermelho’, informou hoje o clube lisboeta.

Veja também: Áudio de Krovinovic a arrasar Jesus cai na net: “Filho da p*ta” (VÍDEO)

“O Sport Lisboa e Benfica informa que, nos termos que se encontram estatutariamente previstos e em virtude da comunicação realizada hoje pelo presidente da direção, Luís Filipe Vieira, o vice-presidente Rui Manuel César Costa, assume, com efeitos imediatos, a presidência do Sport Lisboa e Benfica, nos termos da alínea a do número 3 do artigo 61 dos estatutos do clube“, lê-se no comunicado dos ‘encarnados’.

No mesmo documento, publicado no sítio oficial do clube na Internet, o Benfica assegura que “esta nomeação tem o apoio unânime dos membros da Direção do Sport Lisboa e Benfica”.

Veja também: Peixeirada em direto entre Octávio Lopes e Pedro Guerra (VÍDEO)

O empresário Luís Filipe Vieira comunicou hoje a suspensão, “com efeitos imediatos”, do exercício de funções como presidente do Benfica, em consequência de detenção no âmbito da operação ‘cartão vermelho’.

O Benfica está primeiro, perante os eventos dos últimos dias, no âmbito da operação ‘cartão vermelho’, em que sou diretamente visado, e enquanto o inquérito em curso puder constituir um fator de perturbação, suspendo, com efeitos imediatos, o exercício das minhas funções como presidente do Sport Lisboa e Benfica, bem como de todas as participadas do clube”, comunicou o advogado de Luís Filipe Vieira, à porta do Tribunal Central de Instrução Criminal.

O empresário e presidente do Benfica, de 72 anos, foi um dos quatro detidos na quarta-feira numa investigação que envolve negócios e financiamentos superiores a 100 milhões de euros, com prejuízos para o Estado e algumas sociedades.

Veja também: Ronaldo aluga mansão de sonho para as férias: 11 690€/noite (FOTOS)

Segundo o Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) estão em causa factos suscetíveis de configurar “crimes de abuso de confiança, burla qualificada, falsificação, fraude fiscal e branqueamento de capitais“.

Para esta investigação foram cumpridos 44 mandados de busca a sociedades, residências, escritórios de advogados e uma instituição bancária em Lisboa, Torres Vedras e Braga. Um dos locais onde decorreram buscas foi a SAD do Benfica que, em comunicado, adiantou que não foi constituída arguida.

No mesmo processo foram também detidos Tiago Vieira, filho do presidente do Benfica, o agente de futebol Bruno Macedo e o empresário José António dos Santos, conhecido como “o rei dos frangos”.

Veja também: Rui Pinto lança novas suspeitas no caso da detenção de Vieira

Fonte: LUSA

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com