Nacional

Ricardo Costa deixa Boavista após ser agredido por adeptos revoltados

Ricardo Costa, antigo central do Boavista

O ex-futebolista internacional português Ricardo Costa cessou hoje funções como diretor desportivo do Boavista, num cargo que voltará a ser ocupado pelo antigo avançado senegalês Fary Faye, anunciou hoje o clube da I Liga.

Veja também: Técnico da Juventus reage a polémica de Ronaldo e Georgina

Ricardo Costa cessou as funções de diretor desportivo para a área do futebol profissional, num cargo que passará a ser ocupado por Fary Faye. O Boavista agradece a Ricardo Costa todo o empenho, profissionalismo e dedicação com que serviu este símbolo”, lê-se em comunicado publicado no sítio oficial dos ‘axadrezados’ na Internet.

Em comunicado, antigo cental justificou o porquê de tomar esta decisão.

Hoje abandonei as minhas funções no Boavista FC , após um atentado à minha integridade física no dia de ontem, durante o treino da equipa, por adeptos do clube e já depois de sucessivas ameaças“, pode ler-se. “Não reúno mais condições para continuar no cargo. Desejo o melhor à equipa técnica, aos meus atletas e ao clube, pelo qual sempre tive grande estima e respeito”, acrescenta.

Veja também: Manuel José confessa: “Já adormeci duas vezes a ver o Benfica”

Ricardo Costa, de 39 anos, retirou-se dos relvados em agosto de 2020 para ser designado como diretor desportivo do Boavista, na sequência de um defeso marcado pela profunda remodelação estrutural do emblema campeão nacional em 2000/01.

Natural de Vila Nova de Gaia, o ex-defesa formou-se entre o Valadares e o Boavista e alinhou pelos alemães do Wolfsburgo, os franceses do Lille, os espanhóis do Valência e do Granada, os cataris do Al-Sailiya, os gregos do PAOK e os suíços do Luzern.

Além de ter sido campeão germânico em 2008/09, Ricardo Costa conquistou quatro campeonatos, três Taças de Portugal, quatro Supertaças Cândido de Oliveira, uma Taça UEFA, uma Liga dos Campeões e uma Taça Intercontinental pelo FC Porto (1999-2007).

Veja também: Amigo de Jesus conta como técnico do Benfica está a sofrer com a Covid

O campeão europeu sub-18 em 1999 e vencedor do Torneio de Toulon em 2001 regressou ao futebol luso em 2017/18 e cumpriu duas temporadas no Tondela, antes de pendurar as chuteiras com um golo em 32 aparições ao serviço do Boavista.

Ricardo Costa é substituído por Fary Faye, que jogou pelo clube do Bessa em duas ocasiões (2003-2008 e 2011-2015) e assumiu funções mais próximas da administração liderada por Vítor Murta no verão, depois de cinco épocas como diretor desportivo.

Fonte: LUSA

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!