Nacional

Quaresma: “Às vezes preferia nem ser convocado. Não me sentia feliz na Seleção”

Ricardo Quaresma ao serviço da Seleção Nacional

Na entrevista concedida à Eleven Sports, Ricardo Quaresma abordou várias etapas da sua carreira, entre as quais a Seleção Nacional.

Veja também: Conceição apanhado na curva: “Foi a questão mais inteligente que tive d’A Bola” (VÍDEO)

O antigo internacional português assume que nem tudo foi um mar de rosas na equipa das quinas.

Eu não me sentia bem em ir à Seleção porque sentia que não era valorizado. Preferia, às vezes, nem ser convocado. Ia para a Seleção e não me sentia feliz. A Seleção que mais me marcou foi no Europeu em 2016, porque era um plantel em que estava à vontade e que tinha um treinador, apesar de não jogar a titular, que acreditava em mim e que me dava essa confiança. Ficava chateado e na minha azia, mas sabia que ele contava comigo. E com os outros sentia que era mais um jogador e que estava a ir por ir“, afirmou.

Veja também: Jogador do Aston Villa provoca Ronaldo, pega-se com o português e acaba no chão (Vídeo)

Quaresma também se mostrou sensível à decisão de Rafa em renunciar à Seleção Nacional.

Sinceramente, passou-me pela cabeça fazer o que o Rafa fez. Entendo perfeitamente o Rafa, porque quando estás em grande no clube e chegas à Seleção e és mais um, o que estás ali a fazer? Eu não estou a dizer que Fernando Santos não confia ou não gosta do Rafa, estou a falar por mim. No meu caso, sentia que me convocavam porque eram obrigados pelo que eu estava a fazer no FC Porto. Isso deixava-me desiludido”, concluiu.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!