Nacional

Pinto da Costa reage à investigação a negócios de FC Porto e Tombense

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, em entrevista no Porto Canal

Pinto da Costa reagiu à investigação do Ministério Público aos negócios do FC Porto com o Trombense.

Veja também: Soares de Oliveira vai bater com a porta ao Benfica mas não sai sozinho

O presidente dos dragões garante que as transferências de Evanilson, João Marcelo, Caíque e Wesley são legais e mostrou-se disponível para mostrar os contratos para esclarecer tudo.

Vou esclarecer o processo do Evanilson. O Evanilson foi comprado ao Tombense, porque era do Tombense, mas estava emprestado ao Fluminense. Foi com o Tombense que o FC Porto negociou, num contrato claríssimo, que frisa que o jogador rescindiu no Fluminense para vir para o FC Porto.

Os outros jogadores, o João Marcelo, o Caíque e o Wesley, vieram a custo zero, por empréstimo, sem qualquer comissão. Vão apenas custar estadia aqui e ordenado. Não envolveu comissão de empréstimo seja para quem for.

Vamos enviar contratos ao Ministério Público para, se for verdade, não perderem tempo e confirmarem a veracidade do documento e que todas as transferências foram feitas legalmente”, afirmou.

Veja também: Benfica: Peixeirada em direto entre Pedro Guerra e João Malheiro (Vídeo)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!