Nacional

Pedro Guerra em tribunal: “Para mim, missas eram programas e padres eram comentadores”

Pedro Guerra, comentador afeto ao Benfica da CMTV

Pedro Guerra está a dar o seu depoimento no julgamento do caso dos emails, onde foi confrontado com algumas trocas de correspondência eletrónica com Adão Mendes. O comentador afeto ao Benfica começou por apontar o dedo a Francisco J. Marques.

Francisco J. Marques fantasiou situações que nunca existiram. Uma farsa e mentira montada de um esquema de corrupção na arbitragem em que estaria envolvido“, afirmou.

Veja também: Rodolfo Reis insulta jogador do Benfica após derrota do FC Porto no clássico (VÍDEO)

Para Pedro Guerra, tudo não passava de um esquema para justificar a falta de títulos dos dragões.

O FC Porto tinha prejuízos, mas vendia muitos jogadores“, atirou, considerando que esta divulgação contribuiu para ” condicionar a arbitragem no futuro, criando a ideia de um esquema de corrupção na arbitragem a envolver o Benfica“.

Por último Pedro Guerra tratou de explicar a utilização das expressões “missas” e “padres”.

Ele nunca falou comigo ao telefone em missas e padres. Para mim, as missas eram programas e padres eram comentadores“, concluiu.

Veja também: Comentador da CNN acusa Conceição de cobardia após momento polémico no clássico (VÍDEO)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!