Internacional

O comentário forte de Ronaldo sobre Messi que promete fazer manchetes

Cristiano Ronaldo celebra golo ao Everton pelo Manchester United

Na 2ª parte da entrevista que Cristiano Ronaldo concedeu a Piers Morgan, Lionel Messi foi um dos temas abordados. O astro português começou por revelar que este será o seu último Mundial, o 5º da sua carreira.

Veja também: Escritor português sobre Ronaldo: “Quem é indiferente ao que nos faz chorar não merece o nosso respeito”

Ronaldo abordou as hipóteses de Portugal e aqueles que serão as seleções favoritas à vitória final.

Vai ser provavelmente o último Mundial. Estou muito otimista. Temos um treinador fantástico e grandes jogadores. Estou convicto de que vamos fazer um grande Mundial. Já sonhei em ganhar o Mundial, vai se difícil, mas tudo é possível. Vamos ser competitivos. Nunca somos favoritos. A França, Espanha, Argentina e Brasil são os favoritos“, afirmou.

Ora neste sentido, Piers Morgan colocou o seguinte cenário ao astro português. Ronaldo marca dois golos, Messi também marca dois golos e depois, já no último minuto, aos 90’+4, o craque luso faz o hat trick e Portugal sagra-se campeão do Mundo.

Veja também: Rui Santos arrasa em carta aberta a Ronaldo: “Não dês esse prazer a Ten Hag”

Um cenário que Ronaldo assinaria por baixo, nem que fosse outro jogador a marcar o golo da vitória.

“Vá lá… isso seria bom demais. Não esperaria um sonho assim tão bom quanto esse.

Por mim pode marcar outro jogador, não me importa. Se Portugal chegar à final e alguém marcar que não eu, mesmo que seja o guarda-redes, eu serei a pessoa mais feliz do Mundo. Mas se isso acontecesse, posso dizer que terminaria a minha carreira se isso acontecesse“, referiu.

O internacional português não teve problemas em reconhecer a qualidade de Messi, ao ponto de apontá-lo como o melhor jogador que alguma vez defrontou. Ronaldo revelou que também não teria problemas em jantar com Messi

Jogador incrível, mágico, de topo. Como pessoa… Partilhámos o topo durante 16 anos, tenho uma grande relação com ele. Não somos amigos, mas é como um colega de equipa. Respeito-o muito pela forma como fala sempre de mim. É argentino, a minha namorada também… É um grande rapaz, faz tudo pelo futebol. Provavelmente o melhor que vi, a par do Zidane. Jantar com ele? Porque não? Adoro conhecer pessoas, partilhar coisas, ideias, aprender, novos pensamentos… Vou fazê-lo, de certeza, daqui a alguns anos“, concluiu.

Veja também: Draxler já arrisca no português e solta um palavrão (VÍDEO)

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!