Nacional

Nuno Santos: ‘Não me importava de acabar a carreira no Sporting’

Nuno Santos, ala do Sporting

Nuno Santos concedeu uma grande entrevista ao diário desportivo A Bola, onde abordou aquilo que tem sido a sua carreira no Sporting.

Veja também: O polémico gesto de Enzo antes do Braga-Benfica que obrigou Rui Costa a intervir

O ala leonino recordou como foi abordado para assinar pelos leões, numa altura em que era igualmente cobiçado por Benfica e FC Porto, depois de ter brilhado ao serviço do Rio Ave.

Sabia que os dois clubes estavam interessados. Não foi complicado. É sempre bom termos dois clubes grandes interessados, mas, na altura em que surgiu o Sporting, disse logo que queria. O Sporting era para onde queria ir. Estou muito feliz aqui e não me arrependo nada até ao dia de hoje. Sinto-me completo e é aqui que quero estar“, afirmou.

Nuno Santos sabe bem a quem agradecer a oportunidade de representar o Sporting.

A agradecer a alguém, teria de ser ao Sporting, não só pela confiança do mister Rúben Amorim, do presidente Frederico Varandas e de Hugo Viana. O Sporting foi um passo muito grande na minha carreira“, referiu.

Veja também: Reação de Rui Pinto à ida de Ronaldo para o Al Nassr dá que falar

De resto, Amorim foi o principal culpado pela decisão de rumar a Alvalade.

Sem dúvida que Rúben Amorim marcou-me muitíssimo. Em quase tudo naquela que foi a minha evolução. Foi ele que, convém lembrar, me foi buscar para o Sporting aos 25 anos. E posso dizer também que foi muito por ele que acabei por aceitar o convite para jogar no Sporting“, disse.

Hoje Nuno Santos considera-se um sportinguista de corpo e alma.

Sinto o Sporting desde que aqui cheguei. Gosto de estar aqui, de todas as pessoas com quem trabalho diariamente, sejam elas do refeitório, de todo o staff, enfim. Fui bem recebido desde o início e estou muito feliz aqui. Foi o melhor passo que dei na minha carreira. Nestas últimas três épocas temos feito coisas boas e só quero que os sportinguistas acreditem em nós, pois com este plantel de qualidade ainda podemos fazer algo muito bom”, frisou.

Veja também: Sonho de Bernardo Silva de jogar no Benfica complica-se: ‘Prefiro nem ir’

Por último o ala não descarta a hipótese de jogar no Sporting até ao final da carreira.

Vejo-me no Sporting, quem sabe…. Não me importava de acabar a carreira no Sporting. Gosto muito de estar aqui. Se for esse o interesse do clube nessa altura, quem sabe. Um jogador tem de ser sempre ambicioso, mas estou feliz aqui. Claro que tenho sonhos como qualquer outro jogador, mas sinto-me feliz e concretizado no Sporting“, concluiu.

Deixe uma resposta