InternacionalVídeos

“Não sou estúpido nenhum, mas não sou de ‘mind games'” (VÍDEO)

Sérgio Conceição em antevisão de um jogo do FC Porto

Na conferência de imprensa de antevisão ao duelo da Supertaça entre FC Porto e Benfica, Sérgio Conceição assume a importância da partida e o desejo natural de vencer.

Veja também: Ronaldo dança à frente do defesa e depois manda esta cueca descarada (VÍDEO)

“Os jogos são todos diferentes. Sabemos da importância deste jogo por ser uma final e valer um título. Todo o jogo tem a sua história e vida. Dentro de um jogo podem acontecer tantas coisas… Temos de estar preparados para o que controlamos. Queremos dar uma resposta positiva e tentar ganhar”, afirmou.

Sobre uma eventual surpresa no onze dos encarnados, o treinador dos dragões olha para aquilo que pode controlar.

Cabe-nos a nós perceber que dinâmica tem a equipa do Benfica e conhecer individualmente os jogadores. Por isso, estamos preparados para os diferentes cenários. Obviamente não controlamos o que o treinador do Benfica pensa para o onze e para a estratégia. O meu conhecimento de Jorge Jesus é do seu trabalho dos últimos anos. O que me passava no Felgueiras já não me lembro. Sei que é um treinador que empresta muita determinação e convicção no que faz. No plano tático e estratégico é diferente“, referiu.

Veja também: Paulinho reage ao interesse do Sporting e passa a bola a Rúben Amorim

Ainda assim Conceição garante que o trabalho de casa está feito.

“Isso faz parte do que é a nossa preparação do jogo. Na véspera do jogo não vou falar do que é a equipa do Benfica. É uma equipa muito ofensiva, talvez a que tem mais ataques e chances de golo na Liga. Defensivamente muda algumas coisas. Percebemos e sabemos o que é a equipa do Benfica. Cada jogo é um jogo e há situações que não podemos prever: o estado dos jogadores, um erro ou outro dos jogadores… É mesmo assim. O que podemos controlar, a concentração competitiva, que começa no treinador e termina no roupeiro, também trabalhamos. Um jogo é um jogo e por isso é tão apaixonante”, disse.

Veja também: Até fez eco: A reação de Ronaldo ao golo de Morata (VÍDEO)

O treinador portista aproveitou para esclarecer que não pretendia fazer qualquer tipo de mind games na entrevista que concedeu à RTP.

Não houve nenhum ‘mind game’. Há tanta coisa do jogo, agora estamos aqui a falar do plano tático, estratégico, poder-se-á especular se poderá estar um jogador em campo ou não… Agora, vou fazer de conta que este ou aquele vão fazer não sei o quê? Quando respondemos de uma forma natural, normal, não sou desse tipo de jogos… Claro que também não sou estúpido nenhum, mas não sou de ‘mind games’. Nisso o Jorge Jesus tem razão, é no jogo jogado e não no jogo falado“, considerou.

Veja o momento no vídeo abaixo.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!