Internacional

Jogou com Ronaldo no Real Madrid e na Juventus e atira: “Conheci dois Cristianos”

Cristiano Ronaldo feliz com o golo apontado à Atalanta e que deu a vitória ao Manchester United na Liga dos Campeões

Sami Khedira concedeu uma longa entrevista à ESPN, onde Cristiano Ronaldo foi um dos temas abordados. O ex-jogador, que partilhou o balneário com o português no Real Madrid e na Juventus, deixou um curioso comentário na hora de relatar a sua experiência ao lado de um dos melhores jogadores da história.

Veja também: Futre rejeitou proposta de Cristina Ferreira mas já tem novo projeto após saída da CMTV

Khedira desvalorizou o momento negativo que o astro português atravessa no Manchester United.

Tens de lhe dar a bola na área e transmitir que vais lutar, correr e fazer tudo por ele, porque, no final, ele vai, provavelmente, marcar o golo da vitória“, afirmou.

O antigo internacional alemão diz ter conhecido dois lados de Ronaldo em fases distintas da carreira.

Eu conheci dois Cristianos. O primeiro foi no Real Madrid. Ele era um pouco jovem, e um pouco mais inseguro e egoísta, também. Não egoísta no mau sentido, apenas no sentido em que os jovens avançados o são… Ele tinha de encontrar a sua personalidade“, afirmou.

Veja também: Futre perde a cabeça, quase que entra em pancadaria e bate com a porta à CMTV

Mas quando CR7 rumou à Juventus, Khedira notou um crescimento.

Depois, o segundo Cristiano, depois de se ter mudado para a Juventus… Era muito mais um líder. Ainda guiado pelo ego e pelo egoísmo em marcar, mas mais focado em pressionar os companheiros de equipa e em ajudá-los a ser melhores“, referiu.

Numa coisa Ronaldo não mudou: a sua competitividade.

“Vimos isso no primeiro dia, a rematar à baliza. Ele era muito competitivo, fosse com isso ou a jogar 4×4. Ele queria apostar, dizia ‘100 euros ou uma garrafa de vinho’. Ele é um competidor, e, se perde, fica zangado. Por isso, ninguém o quer desiludir”, disse.

Veja também: O gesto de Ronaldo que surpreendeu adeptos do Atl. Madrid e dá que falar (Vídeo)

Por último, Khedira revelou uma confissão curiosa de José Mourinho.

Lembro-me de falar com ele, em 2016, e ele disse-me o quanto adorava a Juventus, porque era um dos últimos clubes com um ADN muito forte“, concluiu.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!