NacionalVídeos

Jesus dá murro na mesa e diz que não tem culpa da crise do Benfica

Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão ao Arsenal-Benfica

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo da 2ª mão dos 16 avos de final da Liga Europa, Jorge Jesus abordou a crise de resultados em que o Benfica se encontra mergulhado.

Veja também: A reação de Vlachodimos após perder a titularidade da baliza do Benfica

O técnico encarnado retira a responsabilidade do momento das suas mãos e dos seus jogadores, considerando que o surto de Covid-19 foi o principal motivo desta quebra da equipa.

“Nestes dois meses, temos sido alvo de críticas injustas. Como treinador do Benfica serei sempre o responsável pelos bons e maus resultados quando eu tiver responsabilidade. Mas és o treinador e não tens nada a ver com a crise? Não, eu não treinava a equipa. Eles estavam doentes. Em janeiro, o Benfica era segundo e nesse mês teve 12 jogadores de fora”, afirmou.

“Não vou sair por pé nenhum, pois não me sinto responsável por esta crise do Benfica, nem eu nem os jogadores”, atirou.

Veja também: O pedido de Ronaldo ao árbitro Jonas Eriksson que o sueco não percebeu

“Esta crise do Benfica não tem nada a ver comigo, pois eu não treinava os jogadores, não tem nada a ver com eles. Disseram que os meus jogadores não corriam. Não suavam como? Eles estavam doentes, vinham de uma doença que ninguém controla. Teve 12 atletas de fora com Covid. A equipa técnica teve várias sessões de trabalho que não deu à equipa. Por outro lado, falo de coisas que é normal vocês não saberem, eu é que treinei, os meus jogadores são monitorizados todos os treinos e jogos, controlados, sabemos o rendimento que o jogador e a intensidade do jogador que treina. Está aqui um jogador que teve Covid [Pizzi], façam-lhe a pergunta sobre as dificuldades que teve”, acrescentou.

Veja também: Comunicado do Benfica sobre alegado conflito entre Vieira e Jesus

Jesus pronunciou-se sobre o buzinão que alguns adeptos têm preparado para esta tarde, numa manifestação de desagrado. O técnico das águias condenou a ação, considerando que a equipa merece carinho.

“Disseram-me que vai haver um buzinão. Devia era haver um buzinão para nos dar carinho! Não sabem o que sofremos durante dois meses.

Vocês [jornalistas] fazem o vosso trabalho mas há benfiquistas que nos agridem e não nos dão apoio. Os jogadores precisam de carinho e são postos em dúvida. Eles não tem culpa disto. Se há aqui mais alguma coisa que me ultrapassa, que não tem nada a ver com futebol, isso não sei nem quero saber. Não digo que não falho, todos falham… mas em relação a esta questão do Benfica não falhei. E poucas vezes falho!”, concluiu.

Veja também: Sporting denuncia: “FC Porto com penáltis em 60 por cento dos jogos” e deixa farpa a Francisco Conceição

Veja o vídeo abaixo.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!