Nacional

Jesus aborda Rúben Semedo, a saída de Vinícius e o caso de Ferro

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Farense, Jorge Jesus abordou o interesse do Benfica em Rúben Semedo.

Veja também: Dois anos depois deixa FC Porto sem fazer um único jogo oficial

O técnico encarnado assume o interesse no central português, mas revela que o Olympiacos está a dificultar o negócio.

É um dos jogadores que era prioridade do Benfica. Porque é português. Porque já trabalhou comigo um ano. Portanto, como sabem, há um limite de inscrição nas ligas europeias. O Rúben saiu e entrou um estrangeiro. O outro fator é a sua qualidade. Está mais jogador, tenho visto os jogos do Olympiacos… Ele está na seleção, mais ano menos ano vai ser o titular. Não tenho muita esperança. O Olympiacos percebeu que estávamos muito interessados e quis pôr as fichas todas na mesa. Ou eles tiram as fichas e pode ser uma hipótese…. O jogador quer vir para Portugal e para o Benfica, quer trabalhar comigo”, afirmou.

Veja também: Um dos maiores escândalo no futebol: Marco Veratti que joga no PSG é uma mulher…

Jesus abordou também a transferência de Carlos Vinícius para o Tottenham.

Se pensarmos um bocadinho não tem nada de anormal. Quem tem procura no mercado? São os melhores ou os piores? O Vinícius foi o melhor marcador e por isso é que o procuram. Quem tem procura são os melhores. Se achávamos – e achamos – que temos alternativas para que o Vinícius pudesse sair para subir o Gonçalo Ramos, que vai ser convocado… dá-nos uma abertura. Não olho para os jogadores se são novos ou velhos. Isso para mim não existe. Se têm 35 ou 17 anos, isso para mim não é importante. Lancei um menino de 17 anos no meu último clube que passado um tempo foi vendido para o Real Madrid“, recordou.

Veja também: VÍDEO: O cabrito de João Félix que maravilhou os espanhóis

E prosseguiu: “Não recebi qualquer alerta [sobre jogadores que podiam estar de saída]. A CMTV é que faz alertas (sorriso). Em relação ao jogador ou jogadores que pudessem estar numa situação de saída, quando cheguei tinha intenção de ter os melhores porque queríamos atacar a Champions. Com poucos dias, ter os melhores só não chega. É preciso muito tempo de trabalho. Em função do que foi o mercado, do meu conhecimento da equipa, decidimos assim. Os jogadores que tiveram mais procura foram Vinícius e Rúben Dias. Não fui alertado para nada em relação a qualquer jogador que pudesse estar na rampa de saída”.

Veja também: Félix troca as voltas ao adversário com uma cueca brutal (VÍDEO)

O treinador do Benfica falou também sobre a situação de Ferro, garantindo que conta com o jovem central.

Claro que conto com o Ferro. Queria cinco defesas, tenho quatro – Vertonghen está lesionado. Ferro é um jovem jogador que teve dois anos diferentes do seu rendimento. Acho que cobraram muito do jogador. O problema não foi do Ferro, foi de toda a equipa. Está a tentar beber as nossas ideias. Tem as suas características… Não é um jogador muito rápido. Queremos melhorar um pouco essa característica dele e que seja um jogador mais confiante. Não é um jogador para sair”, referiu.

Por último Jesus descarta a possibilidade de entrada de mais jogadores no plantel.

“Toda a gente sabe que nós andámos, desde que cheguei, sempre à procura se aparecesse um central com as condições e características que achávamos importante. Era isso que queríamos. Como nunca neguei que, para além do Darwin, queria outro avançado. Mas isso tinha de ser dentro das características que achava que podiam beneficiar. Se não aparecer, e acho que não, dificilmente pode acontecer. Não é uma prioridade. Seria se aparecesse tanto o avançado que queria e o central a mesma coisa. Mas se não acontecer vamos partir até abrir outra janela com os que temos. Porque estou satisfeito com o plantel“, garantiu.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!