Internacional

Italiano veio a público recolher os louros: “Fui eu que descobri Ronaldo”

Em entrevista ao diário desportivo espanhol As, Gianni Di Marzio veio reclamar para si os louros de ter descoberto Cristiano Ronaldo.

Veja também: Batistuta ficou picado e provoca Ronaldo após português igualar recorde

Em 2002 o italiano desempenhava funções de responsável pelo departamento de prospeção da Juventus.

O diretor geral bianconeri da altura, Luciano Moggi, pediu a Di Marzio para que observasse Ricardo Quaresma, com quem estava encantado.

Veja também: Ingleses sobre Bruno Fernandes o Manchester United tem um novo Cantona”

Contudo foi Ronaldo que chamou a atenção do antigo dirigente.

“Fui eu que o descobri. Ele levava apenas três jogos pelo Sporting. Eu trabalhava para a Juventus, Moggi pediu-me para ver Quaresma, mas, ao invés, foquei-me em Ronaldo. Escrevi que ia ser um dos melhores do mundo“, afirmou.

Veja também: VÍDEO: Francisco J. Marques atira-se ao VAR do FC Porto-Portimonense

No entanto, como já é conhecido, o negócio acabou por não se efetivar. A ideia seria trocar Ronaldo por Marcelo Salas, mas o chileno estava mais interessado em rumar à América do Sul do que ingressar no Sporting.

Eu levei-o até Turim, para os exames médicos, mas a operação não foi encerrada porque Salas não aceitava a troca, queria regressar à América do Sul“, referiu.

Veja também: VÍDEO: Alex Telles solta palavrão na Sport TV após vitória do FC Porto

A Juventus acabaria por concretizar o sonho uns anos mais tarde.

Di Marzio viveu uma situação semelhante com Lionel Messi.

“Em 2005, não jogava na seleção argentina de sub-20, quem ocupava o seu lugar era Barrientos… Conheci-o, falei com ele e com o pai dele. Ele gostava da ideia de vir para a Juventus, mas a ligação ao Barcelona era muito forte, estavam demasiado agradecidos“, concluiu.

Deixe uma resposta

Por favor desactive o seu adblocker ou coloque-nos na sua  lista de sites permitidos.

Muito obrigado!

Please disable your adblocker or whitelist this site!

Thank You!